Publicidade
Carnaval

“E, no final, o mal venceu” – Enredo Kan-kans 2025

Vivemos num mundo onde a palavra “mal” tenta não fazer parte das nossas vidas. “O que é certo, é que ele existe”, explica Filipe Peixoto, da escola de samba Kan-kans.

“O seu propósito é fazer com que as pessoas sofram, tenham dor física, mental e até mesmo espirituail”.

“A maldade é destruir e não construir, é rasgar e não poder costurar, é cortar e não poder unir, é o desgaste sem ter como recuperar, é ser rancoroso sem ter ter pena nenhuma”, acrescenta.

publicidade

Tudo na vida tem sempre “os dois lados da moeda, o dia é o oposto da noite, o claro é oposto do escuro, a vida é o oposto da morte e o bem é o oposto do mal”, explicam os carnavalescos Hélder Ferreira e Tânia Pinho.

Tudo isto para dizer que é este o enredo dos Kans-kans para 2025, para “mostrar o outro lado dos contos de fadas, dar vida a um mundo que ninguém quer habitar, vamos dar vida ao que existe entre nós e que todos tememos”.

Publicidade
Botão Voltar ao Topo