DesportoFutebol

“É tudo falso!”, rebate António Godinho, sobre novo caso de assédio

O presidente da AD Ovarense Futebol, António Godinho, garante serem falsas todas as acusações ontem noticiadas pelo “Público”.

Em causa está o alegado caso de assédio que o jornal noticiou a 30 de outubro de 2021, embora na altura sem referir o nome da equipa.

Aquela que constituiu uma das primeiras denúncias do género em Portugal, afinal envolveria a Ovarense, e terá sido feita pelas próprias vítimas à FPF, mas também à Polícia Judiciária (PJ). Diz o “Público” que a queixa referia “ameaças físicas e psicológicas, uma tentativa de agressão e total desrespeito da parte dos treinadores, funcionários e dirigentes do clube”.

Perante estas acusações, António Godinho questiona se “alguém acredita numa coisa destas, ainda por cima denunciada por alguém anónimo?”

No caso de Ovar, a jogadora diz ter sido proibida de utilizar o refeitório das atletas que moravam no recinto sempre que havia convívios da equipa masculina. A atleta terá sido alvo de comentários de cariz sexual de um dos adjuntos. “Conversei diversas vezes com outra atleta que também morava nas instalações sobre o medo de sair do quarto para tentar utilizar a cozinha”, pode ler-se na denúncia que, na altura, chegou à direcção do clube vareiro. Sobre o caso, o presidente lembra-se de ter sido questionado na FPP, “respondemos porque nada se passou e nunca mais ouvi falar deste assunto”.

A jogadora acabaria por deixar o clube. “Como podem calcular, é assustador estar sozinha num lugar que mal conhecemos e ter plena consciência de que, a qualquer momento, podem entrar pelos nossos quartos adentro homens adultos completamente alterados”, diz a futebolista na queixa, referindo-se ao estado de embriaguez a que os elementos da equipa masculina conseguiam chegar nos seus convívios. “Isso é impossivel”, reage o presidente vareiro, para questionar: “Mas vamos defender-nos do quê e de quem?”

“Querem envolver a Ovarense nesta tentativa de linchamento do técnico Miguel, mas dele”, repete Godinho, “só tenho a dizer bem”. “‘É ridículo!”

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo