EmpresasSlider

Empresa de cruzeiros no Douro vai explorar passeios na Ria

Uma das empresas de cruzeiros que opera no Douro vai explorar passeios turísticos na ria, entre as cidades de Ovar e Aveiro, tendo-lhe sido autorizado um posto de atracação no Canal das Pirâmides, em Aveiro.

A amDOURO — Organização de Viagens Marítimo-Turísticas, Lda., apresentou à Câmara de Aveiro (CMA) um projeto de desenvolvimento de passeios pela Ria de Aveiro, operando nos Municípios de Aveiro, Murtosa e Ovar, mas só agora a CMA deliberou autorizar a instalação da estrutura para atracação de embarcações.

A deliberação, tomada quarta-feira, fixa a localização do posto para a atracação dos barcos na cidade de Aveiro no Canal das Pirâmides e autoriza a emissão da licença de utilização de recursos hídricos, nos termos do Regulamento dos Canais Urbanos da Ria de Aveiro (RCURA), com validade até ao dia 31 de dezembro de 2015.

Findo esse prazo, a Câmara de Aveiro reserva-se no direito de exercer a reversão para o domínio municipal da infraestrutura instalada.

A deliberação é o culminar de um longo processo iniciado em 2011, em que a autarquia e a empresa mantiveram negociações para definir as condições de instalação da infraestrutura de atracação para embarcações.

“O processo foi fortemente dificultado pelos incumprimentos da Câmara Municipal de Aveiro, anteriores a outubro de 2013, relativamente ao disposto no Protocolo de Colaboração para o Ordenamento, Gestão e Preservação dos Canais Urbanos da Ria de Aveiro, estabelecido entre a Câmara Municipal de Aveiro e a Administração Regional Hidrográfica do Centro em 2009, no âmbito da delegação de competências para a gestão dos Canais Urbanos da Ria de Aveiro”, admite a própria autarquia.

O atual executivo, liderado por Ribau Esteves, justifica “estarem agora reunidas as condições necessárias para poder deliberar sobre o projeto de investimento apresentado pela amDOURO — Organização de Viagens Marítimo-Turísticas Lda.”, após “o profícuo trabalho de articulação entre as diferentes entidades, que vem sendo realizado desde há um ano, no sentido de regularizar toda a atividade existente nos Canais Urbanos da Ria de Aveiro”.

Foto: Fernando Pinto

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo