LocalSlider

Esmoriz: Dia Internacional do Idoso assinalado com abertura do ano lectivo

No Dia Internacional do Idoso, a Junta de Freguesia de Esmoriz, e a Rutis, dão a conhecer as novidades trazidas pela abertura do ano letivo da Universidade Sénior, que fica, desde logo, marcado pela sua instalação em novas instalações na Biblioteca de Esmoriz.

Iniciação ao Cavaquinho, Filosofia e História de Portugal e sua Estórias são as disciplinas novas deste ano académico. Arranca esta quarta-feira, pelas 14:30 em novas instalações, no edifício da Biblioteca local (no antigo edifício do patronato), o ano letivo da Universidade Sénior de Esmoriz.

A Junta de Freguesia de Esmoriz investiu cerca de oito mil euros nas obras de beneficiação e adaptação do espaço onde funciona a biblioteca para ali poder instalar a universidade sénior. A “sala oval” onde se iniciou este projeto, era manifestamente exígua e já não conseguia dar resposta a mais de meia centena de seniores que frequentam regularmente a universidade.

Além do novo espaço, os alunos vão poder usufruir de aulas de iniciação ao Cavaquinho, Filosofia e História de Portugal e sua Estórias, para além do Inglês, Informática, Expressão Plástica, Ginástica, Língua e Cultura Portuguesa, Saúde e Bem-estar e Grupo Musical. A ginástica e a informática continuam a ser as disciplinas mais procuradas pelos seniores, logo seguidas pelo Inglês. Nesta universidade, os idosos podem envolver-se como alunos ou professores, sem diferenças de classes, encontrando um vasto leque de disciplinas, de carácter mais académico ou mais prático, onde a avaliação formal não entra e onde se aprende por gosto e com gosto.

Do programa faz parte, também, uma componente forte de convívio e de socialização, bem como uma aprendizagem viva, feita de visitas aos locais de estudo (cidades, museus) e de apresentação pública do resultado do trabalho, bem como encontros entre universidades. A alegria e o convívio estão sempre presentes. António Bebiano, presidente da Junta de Freguesia, realça a importância que esta universidade representa para a população sénior local pois permite “quebrar a monotonia, fazer amizades, descobrir interesses e vocações escondidas, rejuvenescendo-se, ganhando-se auto-estima, confiança em si próprio e gosto pela vida”.
“É uma aposta consolidada desta Junta de Freguesia, como comprova o crescente número de inscritos e a qualidade do trabalho desenvolvido” – conclui o autarca.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta