LocalPrimeira Vista

Esmoriz: Na nova frente de mar, os pipos resistem

O local era um parque de estacionamento há 50 anos, dando lugar, 30 anos depois ao que hoje existe. Falamos da avenida da Barrinha de Esmoriz, mas agora tudo vai mudar de novo. Mas nem tudo.

Para não perder a identidade, o projecto da Edilidade foi desenhado durante vários meses e deixa alguns elementos dos quais a comunidade esmorizense não prescinde.

A intervenção consignada vai da travessa da Avenida da Barrinha até ás instalações sanitárias. A nascente do Barramares vai nascer um passeio com 2,5 m de largura, mantendo-se os estacionamentos de ambos os lados.
No entroncamento haverá lugar a uma rotunda para facilitar o trânsito automóvel, e de lá até aos WC vai dar-se prevalência aos peões. O passeio terá 8 metros de largura e a faixa de rodagem reduz para 4,5 m, para redução de velocidade.
A via terá um sentido apenas acompanhada de ciclovia com 4,5m.

Os elementos vão desaparecer e darão lugar a uma área de usufruto quase exclusivo das pessoas. Os desníveis vão ser feitos com zona verde, recuperando o mastro de bandeira que havia ali há dezenas de anos. Mas aqui vão manter-se os pipos, essencialmente, pela identidade que conferem e porque os esmorizenses se lembram a sua importância na vida local, além de que miúdos e graúdos gostam de brincar neles. A área de mesas de ping-pong vai manter-se também.

A obra de requalificação da frente de mar de Esmoriz, orçada em 793.333,13 Euros, tem, segundo Salvador Malheiro, uma “importância que se mede pelos “novos desafios do futuro e, neste âmbito, as questões ambientais são absolutamente decisivas”.

No último domingo, depois de recordar “idêntica intervenção realizada a sul da praia do Furadouro”, sublinhou que “agora fazemos justiça com a praia de Esmoriz, tornando-a numa praia mais bonita, atractiva e amiga da economia local que vai contribuir para tornar o nosso concelho muito mais verde”.

Antonio Sá, o recém-eleito presidente da Junta de Freguesia de Esmoriz, apelou “aos nossos comerciantes para terem um pouco de paciência, pois no final, vamos ter um espaço muito mais aprazivel e trazer muito mais ganhos”. Mas avisou não querer ficar por aqui e pretende, entre outros projectos, “avançar para a requalificação da zona da praia velha de Esmoriz”.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo