Publicidade
LocalPrimeira Vista

Esmoriz: “Receei pela vida do meu filhinho”

 

Homem sequestrado à entrada do parque de estacionamento do Minipreço. Sete encapuzados armados roubaram e espancaram serralheiro numa mata.

Sequestrado, espancado e roubado por sete homens armados com facas e pistola, um serralheiro, de 40 anos, receia agora pela vida do filho bebé. Os assaltantes ficaram com a foto da criança e ameaçaram matá-la, caso a vítima contasse o que se passou.

publicidade

Abandonaram-no, após uma hora de sequestro no parque do Buçaquinho em Cortegaça, Ovar, depois de lhe roubarem 250 euros em dinheiro e terem levantado 400 euros com o cartão do multibanco da vítima. O assalto ocorreu ao final da tarde de anteontem à entrada do parque de estacionamento do Minipreço de Esmoriz, Ovar.

“Um homem atirou-se para a frente do carro e obrigou-me a parar. Sem me dar tempo de reação entrou no carro e apontou-me a pistola”, recordou ao CM a vítima. Ameaçado com a pistola, o serralheiro obedeceu ao assaltante e conduziu até ao parque do Buçaquinho, uma zona florestal onde estavam seis outros homens encapuzados e armados com facas.

“Arrancaram-me do carro e começaram a espancar me com murros e pontapés”, conta a vítima, tentando esconder as agressões marcadas no rosto. Durante quase uma hora, esteve com os pulsos amarrados com fita-cola e uma faca encostada ao pescoço. “Só pensava no meu filho bebé com medo que o matassem”, conta o homem. Quando finalmente foi libertado, o serralheiro foi ao posto da GNR. “Estive vários minutos à porta sem saber se deveria apresentar queixa, porque tinha medo”, explica. A PJ está a investigar. (Ler mais em CM)

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo