Empresas

Espanha pode criar a primeira criptomoeda da UE

O governo espanhol aunciou que pretende ser o primeiro país da Europa e o segundo do mundo, depois das Bahamas, a criar uma criptomoeda pública. A iniciativa pode vir a ser concretizada depois da proposta de lei entrar no Congresso dos Deputados.

No documento, o PSOE pedem ao governo liderado por Pedro Sánchez que promova, em articulação com o Banco de Espanha, a criação de um grupo de estudos para avaliar a implementação de um “euro digital” como modelo de moeda pública digital (CBDC). Ou seja, uma criptomoeda emitida por um banco central.

O PSOE pretende que esta criptomoeda dê “estabilidade financeira” à economia espanhola e à zona do euro como um todo, “e recupere o caráter do dinheiro como um bem público e sob controlo democrático”, noticia o El Español.

A principal diferença entre essas moedas digitais públicas e as do domínio privado, caso da bitcoin, são a sua aplicação e funcionalidade. O Governo garante que a criptomoeda pública é “mais segura que a privada”, as quais têm “elevada volatilidade” na cotação e um “impacto ambiental significativo”.

A moeda digital pública proposta pelos socialistas espanhóis é apresentada como uma alternativa aos sistemas de pagamento fora do sistema bancário.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo