CulturaSlider

Espinho recebe grandes nomes da música nacional e internacional até ao final do ano

Há poucas semanas, anunciámos o concerto do cantor e compositor sueco Jay-Jay Johanson na cidade de Espinho. Foi no passado dia 12 de outubro e esgotou o Auditório de Espinho com as suas baladas melancólicas e um estilo inconfundível. Mas há outros sons e nomes de relevo do cenário musical nacional e internacional que pisarão os palcos desta cidade, localizada a menos de meia hora de carro de Ovar.

Eis alguns exemplos de concertos e espectáculos que provavelmente não vai querer perder:

William Tyler
8 de novembro, Auditório de Espinho

No início do mês de novembro, no dia 8, será o norte-americano William Tyler quem pisará o palco do Auditório de Espinho com a sua música folk instrumental, convidando os espectadores a viajar pelas paisagens dos Estados Unidos, guiados pelo som da sua inseparável guitarra. As suas músicas são tão evocadoras, que foram inclusivamente
classificadas como uma das mais belas bandas sonoras (sem imagem) da actualidade.

Depois de álbuns como “Whiskey”(1996), “Behold the Spirit (2010), “Impossible Truth (2013) ou “Modern Country”, o músico de Nashville (Tennessee) vem agora a Portugal para apresentar “Goes West”, em três concertos: o primeiro decorre no dia 8 de novembro (em Espinho), o segundo é logo no dia seguinte em Portalegre (no Pequeno Auditório do Centro de Artes do Espectáculo) e no dia 10 chega a vez de Lisboa, no Teatro Bocage.

CM Espinho

Soy Tradición
15 e 16 de novembro, Casino de Espinho

Nos dias 15 e 16 de novembro, os ritmos latinos subirão ao palco do Casino de Espinho, em dois jantares-espetáculo que se realizarão ao som do fado português, do tango argentino, da salsa cubana ou das danças africanas das Caraíbas.

Os preços variam entre os 15 € (só espetáculo) e os 39 €, dependendo da opção que escolha: só concerto ou espectáculo mais jantar (de estilo buffet).

A vantagem, neste caso, é que tem garantida uma noite muito animada, que não se limitará à música ou à gastronomia. A sala de jogos do casino, que se encontra nos 3º, 4º e 5º andares, inclui uma vasta área onde as slot machines e as mesas de jogo – com as modalidades mais tradicionais – contribuem para uma atmosfera de diversão única.

Em total há 4 mesas de banca francesa, 6 de roleta americana, 4 de blackjack e 10 mesas de Texas Hold’em, o jogo de póquer mais popular do mundo.

Pixgremlin/CC BY 2.0

Kylie Eastwood – Misty Fest 2019
16 de novembro, Auditório de Espinho

No mesmo dia 16 de novembro, também terá a possibilidade de ver e ouvir ao vivo Kyle Eastwood (filho do actor e realizador que lhe deu o apelido, Clint Eastwood), mas neste caso terá que deslocar-se ao Auditório de Espinho. Este será o segundo concerto do reputado contrabaixista em Portugal, no âmbito do Misty Fest 2019. Um dia antes
passará por Coimbra, depois (no dia 17 de novembro) rumará em direção ao Porto e terminará esta curta digressão no Casino Estoril.

Sendo filho de uma estrela tão relevante em Hollywood, que é também um amante de jazz, não é difícil entender que o trabalho de Kylie – que conta já com mais de duas décadas de carreira – tenha uma influência e uma ambiência cinematográfica tão marcada. No espetáculo que apresenta em novembro em Portugal será possível ouvir algumas músicas que certamente muitos espetadores reconhecerão de clássicos da sétima arte como Taxi Driver, Expresso da Meia Noite, Skyfall, Pantera Cor de Rosa ou o mais recente La La Land.

Matias Damásio
7 de dezembro, Casino de Espinho

A agenda do mês de dezembro arranca com o concerto de Matias Damásio no Casino de Espinho. Trata-se de mais um jantar-concerto (com início às 20h) organizado por esta importante casa do entretenimento do norte de Portugal. Neste caso o preço das entradas ronda os 100 €, com comida e espetáculo incluídos.

Os espectadores têm garantido um concerto único e memorável, de um dos nomes mais relevantes da música atual em português. Com o seu último disco, “Por Amor”, Matias Damásio celebra 10 anos de uma carreira repleta de êxitos e de grandes amizades, que estão bem patentes nas colaborações com as quais contou para este álbum. Entre os nomes que contribuíram para o disco do músico angolano estão bandas como Prodígio (Força Suprema), Laton (Kalibrados) ou Héber Marques (dos HMB).

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo