DesportoSlider

“Estala o verniz” entre Ovarense e Clube Albergaria

A Ovarense Futebol considera que a direcção do Clube Albergaria atentou, em comunicado que difundiu esta quarta-feira, contra o bom nome da Ovarense Futebol e procede ao seguinte esclarecimento que tem como pano de fundo a falta de comparência do Clube Albergaria ao jogo da Taça Distrital, marcado para o passado domingo, 14 de Janeiro, em Ovar.
“Ponto 1 – A falta de comparência do Clube Albergaria deveu-se ao simples facto de que o Clube Albergaria ter aceite alterar o jogo da 13ª jornada da Liga Allianz, após saber que nesse dia teria jogo da Taça de Aveiro. Para esclarecimento, todos os clubes receberam um mail com as datas dos Jogos da Taça de Aveiro, para se inscreverem na mesma, dado não ser obrigatório participar. O Clube Albergaria, sabendo que teria jogo dia 13 e que a taça era dia 14 decidiu inscrever-se, ao contrário do Argoncilhe que decidiu não participar.

Ponto 2 – O Jogo marcado pela FPF era dia 13 de Janeiro, como aconteceu com todos os jogos da Liga Allianz excepto o do Albergaria x GD A-dos Francos porque decidiram alterar esse jogo. Era mais bonito ao Albergaria dizer que se esqueceu que tinha jogo da Taça de Aveiro quando aceitou o pedido do GD a-dos-francos dado que nessa data já sabia que iria jogar a 14/1. A Ovarense respeita todas as competições de igual modo. Para o bem do futebol de Aveiro a Taça de Aveiro Seniores não deveria ser assim colocada num plano de inferioridade por um clube que até a estava habituado a ganhar. Agora com mais concorrência é mais dificil, enquanto era fácil sempre foi importante para o Clube Albergaria.

Ponto 3 – O Regulamento diz que as jogadoras utilizadas num jogo necessitam de 15h de intervalo até ao jogo seguinte. Essa é a razão porque o Clube Albergaria utiliza as suas Juniores do Campeonato Nacional que jogam ao Sábado, na sua Equipa ao Domingo para jogar na Liga Allianz, Neste caso já interessa ao Clube Albergaria que os regulamentos falem em 15h.

Ponto 4 – O Clube Albergaria só contactou a Ovarense no dia 11 pelas 19h, tendo jogo no dia 14/01. A AFA foi incansável em conjunto com a Ovarense na tentativa da alteração do jogo fazendo tabelas de jogos e verificando datas possiveis na semana anterior ao jogo. Não existia nenhuma data, dado que a Ovarense está em todas as frentes (Campeonato Junior, Campeonato Promoção, Taça Aveiro Junior, Taça Aveiro Senior, Taça Portugal). A data que o Clube Albergaria propôs seria 18 de Fevereiro. A Ovarense tem o compromisso da Taça de Portugal que já passou contra o CAC. Pelo depreendido o Albergaria julga que já não estará presente nessa eliminatória.

Ponto 5 – A Intransigência foi do Clube Albergaria porque a seu tempo e tendo em consideração que errou na alteração do jogo da Liga Allianz poderia ter alterado esse mesmo jogo contra o A-dos-Francos para outra data. O problema é que o Albergaria só se preocupou na quinta feira antes do jogo.

Ponto 6 – Este comunicado não é de quem defende a verdade desportiva mas de quem quer pressionar a AFAveiro a tomar qualquer tipo de decisão. Ainda não saiu qualquer tipo de inquérito e o Albergaria sabe que já perdeu por falta de comparência. Sabe-o porque conhece os regulamento. Quanto aos valores, todos sabemos o que se passou o ano passado quando impediram uma atleta de jogar meia-época porque não se sentia bem nesse clube. Não jogou e até perdeu o seu lugar na Selecção Nacional. Possivelmente estamos a ser incorrectos quando dizemos que impediram. Se a Ovarense tivesse pago o valor pedido de 5.000 Euros pela carta ela teria jogado meia-época. Uma atleta que nem era da Vossa formação mas da formação do AC Cucujães. Não nos falem de Valores e ética…

Ponto 7 – O Clube Albergaria tem todos os direitos de tentar fazer tudo, sendo que os regulamentos são para se cumprir e se assim for, como o Clube Albergaria já percebeu, senão não diria que iria impugnar uma decisão que ainda não foi tomada, estará a Ovarense Futebol já apurada para as meias finais da Taça de Aveiro.
Leia o comunicado do Clube de Albergaria:

A direcção do Clube de Albergaria, tendo em conta as declarações proferidas por determinados agentes desportivos acerca da falta de comparência ao jogo que deveria disputar com a AD Ovarense, jogo esse marcado para o dia 14 de janeiro a contar para a taça distrital de Aveiro, vem por este meio lamentar e repudiar tais declarações, pelo respeito que nos merecem as atletas, equipa técnica, sócios e simpatizantes do nosso clube, comunicando o seguinte:
1– A falta de comparência deveu-se única e exclusivamente ao facto de para o mesmo dia ter sido marcado o jogo da 13.ª jornada da Liga Alianz, prova organizada pela FPF;

2 – A marcação do jogo da Liga Alianz prevalece sobre qualquer outra competição, designadamente a taça distrital organizada pela AFA;

3 – Em face do regulamentarmente estipulado, nenhuma equipa pode realizar 2 jogos sem existir entre eles um intervalo mínimo de 72 horas;

4 – Ao tomar conhecimento da marcação de 2 jogos para o mesmo dia, o Clube de Albergaria, em devido tempo e em conjugação com a AFA, tentou encontrar uma solução na tentativa de ser alterada a data do jogo da taça distrital, esforço que não acolheu da AD Ovarense qualquer resposta que levasse ao seu adiamento;

5 – Dada a intransigência da AD Ovarense em alterar a data do jogo, leva-nos a concluir que existiu um “oportunismo para ganhar na secretaria”;

6 – O Clube de Albergaria sempre pugnou os seus valores pela defesa da verdade desportiva, e tendo ao longo dos últimos 30 anos procurado promover o futebol feminino em Portugal, não pode deixar de lamentar e repudiar os acontecimentos ora referidos;

7 – Ao não pactuar com este tipo de atitudes, o Clube de Albergaria advoga a si o direito de estudar juridicamente a situação de modo a impugnar a decisão da aplicação de falta de comparência, e caso seja necessário irá até às últimas consequências.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta