CulturaSlider

Estreia de “Variações”: Onde ver

Estreia hoje o filme “Variações”, que retrata a vida de António Variações, com o actor ovarense Sérgio Praia no principal papel. “O mais importante para mim é celebrar António Variações”, disse esta semana, Sérgio Praia, depois da antestreia absoluta do filme que aconteceu em Amares, Braga, onde o cantor nasceu em 1940.

“O António simboliza muita coisa. Foi um projecto muito importante para a minha vida, como é evidente, mas acima de tudo é uma celebração que fazemos a todas as pessoas que sonham, que saem da sua zona de conforto e vão à procura do seu sonho”, acrescentou, recordando que também ele, um dia, saiu da sua terra, no Furadouro, em Ovar, em busca de um sonho em Lisboa. Aos 42 anos, os pontos de contacto com Variações não são mera coincidência. É que Sérgio chegou a trabalhar na construção civil mas aquilo não era para ele. “Sempre quis sair. Havia um teatro na minha terra, mas não era aquilo que eu queria”, recorda, em entrevista ao Blitz desta semana.

Sérgio Praia dá ainda voz ao projecto “Variações” (teve aulas de canto), banda que interpreta os clássicos do autor de “O Corpo é que Paga” e que “vai andar por aí”, promete. O filme “Variações” retrata a vida de António Ribeiro, barbeiro e figura de destaque da “vida lisboeta”, no final dos anos 1970, que persegue o sonho de se tornar cantor e compositor.

Realizado por João Maia e produzido pela David & Golias, mostra o processo de transformação na “persona” de António Variações, artista cuja carreira fulgurante foi interrompida pela sua morte em 1984. Filipe Duarte, Victoria Guerra, Augusto Madeira, Teresa Madruga, Afonso Lagarto, Diogo Branco, Nuno Casanovas e Fernando Pires são outros dos actores. A produção está a cargo da David & Golias.

António Joaquim Rodrigues Ribeiro, que adoptou o nome artístico de António Variações, nasceu em 1944 em Fiscal, Amares, tendo falecido em 1984. Segundo a produtora, o filme foca, precisamente, “o processo de transformação na persona de António Variações, artista excêntrico e popular cuja carreira fulgurante foi interrompida pela sua morte”.

Com apenas 12 anos, António Variações foi viver para Lisboa, onde acabou por se “impor” como barbeiro e figura da movida da capital, mas sempre perseguindo o seu sonho de se tornar cantor e compositor, apesar de não saber uma nota de música.

Cansado de esperar por uma oportunidade da editora, começa, “às suas custas”, a tentar construir uma carreira no mundo da música. Foram precisos cinco anos até se tornar famoso. Em maio de 1983, era um dos mais populares artistas portugueses, com mais de 100 espectáculos marcados para o verão.

O seu primeiro disco, “Anjo da Guarda”, foi fenómeno de vendas e Variações faz o seu concerto mais “apetecido”, segundo a produtora, na Aula Magna, sendo a primeira parte de Amália Rodrigues, o seu maior ídolo.

Em 1984, Variações grava o seu segundo e último álbum, chamado “Dar e Receber”. Morreria em junho desse mesmo ano, aos 39 anos. O filme aborda ainda a vida amorosa de Variações, nomeadamente o seu relacionamento com o cabeleireiro de Lisboa Fernando Ataíde.

Saiba onde ver o filme “Variações”:

Cartaz Cineplace
8ª Avenida
São João da Madeira
Sessões
19h10
21h40

Cinemas NOS
Glicínias
Aveiro
13h10
16h00
19h10
21h50
00h30

Cartaz UCI
Arrábida 20
Porto
13h20
16h00
18h45
21h45
00h35

Cinema Nos
Gaia Shopping
12h40
15h40
18h40
21h40
00h35

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo