Local

Ex-detective lusodescendente eleito vereador pelo Bairro Leste de Newark nos EUA

O lusodescendente Michael Silva, detetive aposentado, foi eleito vereador pelo Bairro Leste no Conselho Municipal de Newark, no estado norte-americano de Nova Jérsia, derrotando o também descendente de portugueses e ex-polícia Anthony Campos.

Após passarem à segunda volta do sufrágio a 10 de maio, os dois ex-polícias travaram nos últimos dias uma forte campanha para ver quem substituiria o português Augusto Amador, que durante 24 anos representou o bairro de Ironbound no Conselho Municipal de Newark.

O antigo detetive da polícia e filho de emigrantes de Aveiro Michael Silva acabou por sair vencedor esta terça-feira, tendo agradecido o voto de confiança da comunidade.

“Estou imensamente grato por esta oportunidade de estar aqui. Nunca imaginei isto para a minha vida, por isso agradeço a todos vocês. (…) Esta comunidade, juntamente com a minha família, é agora a coisa mais importante na minha vida e eu farei com que a partir de hoje cada centímetro do meu coração seja para fazer do Bairro Leste, do Ironbound, um lugar melhor para todos os seus residentes”, disse Silva no discurso de vitória partilhado na sua página na rede social Facebook.

Ao longo da campanha para a segunda volta, Michael Silva conseguiu que nomes de peso do cenário político da região o apoiassem, como o presidente da Câmara de Newark, Ras J. Baraka, a deputada estadual luso-americana Eliana Pintor-Marín ou o xerife Armando Fontoura.

Formado pela Academia de Polícia e com uma longa carreira na área, Michael Silva garante saber quais os principais problemas que afetam o bairro, tendo entre as suas prioridades os elevados impostos prediais, o combate à criminalidade e a limpeza das ruas.

Conhecido pela sua predominância portuguesa, o bairro do Ironbound tem vindo a sofrer com o aumento de violência, com assaltantes a deslocarem-se de outras regiões para cometer os crimes naquela área.

Um dos casos que mais chocou a comunidade portuguesa recentemente ocorreu a 17 de maio, quando um português de 33 anos foi morto com um tiro na cabeça no bairro de Ironbound, enquanto caminhava para casa.

O homem, natural de Cantanhede e que trabalhava na construção civil, saiu para ir a um bar e, já de madrugada, quando regressava a casa, terá sido abordado na rua, onde acabou baleado na cabeça.

Segundo disse à Lusa um amigo da vítima, tudo indica que tenha sido uma tentativa de assalto.

Nesse sentido, a segurança pública será agora uma das prioridades do novo vereador para os próximos quatro anos.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo