Local

Ex-presidente da Cercivar acusado de desviar 32.500 euros (NA)

O ex-presidente da CERCIVAR, Joaquim Barbosa, começa a ser julgado este mês em Aveiro por peculato.

Segundo a acusação do Ministério Público (MP) a que NotíciasdeAveiro.pt teve acesso, o arguido aproveitou-se do cargo que desempenhou para aceder às contas da instituição e cheques e “fazer sua a quantia de 32500 euros”, verba que “utilizou em proveito próprio”.

Joaquim Barbosa, que foi presidente da Junta de Freguesia de Ovar eleito pelo PSD até ao mandato anterior, demitiu-se do cargo de dirigente na Cerci local em 2009, invocando razões pessoais. (Noticias de Aveiro)

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo