Opinião

O desleixo como cartão-de-visita – Por Sandra Marques

A propósito de várias imagens que têm sido publicadas nas redes sociais sobre o fraco estado de conservação de vários locais e equipamentos públicos do nosso município, só há uma coisa a dizer: TODO o concelho de Ovar está uma miséria.

A falta de manutenção nos espaços públicos é flagrante. Está tudo a deteriorar-se por todo o lado: são os barcos que decoram as rotundas; são os passadiços na estrada da floresta (há zonas interditadas com fitas há mais de um ano!); são as sinalécticas apodrecidas ou manchadas de verdete, como no percurso da Cicloria; a zona da frente de mar em Esmoriz (em betão) está partida por todo o lado e é um perigo para quem lá circula; o parque do Buçaquinho tem zonas em estado miserável; as namoradeiras na Praia de Esmoriz estão a perder a tinta e as casinhas de madeira estão sujíssimas e com ferrugem; os caixotes para o lixo são escassos e abunda a sujidade pelo chão… é completamente ABSURDO o estado de desmazelo geral em que o concelho de Ovar se encontra.

Pelo amor de Deus, estamos em plena época de veraneio e não há NINGUÉM capaz de dar uma limpeza nos equipamentos públicos junto às praias, para que quem nos visita tenha uma imagem mais agradável da nossa zona balnear? Veja-se, nestas fotos tiradas hoje, em pleno mês de Junho, o estado lastimável em que estão as casinhas de madeira junto à praia de Esmoriz e o piso na zona próxima do areal.

Não consigo perceber. Que segredos têm os outros municípios que nós desconhecemos, para conseguirem manter uma aparência cuidada dos seus espaços públicos, ao passo que aqui tudo é desleixo?
Gosto muito da minha terra, gostarei sempre, mas confesso que estou farta disto até aos olhos. Já evito convidar pessoas amigas para virem cá visitar-me; prefiro levá-las a Espinho. Da minha terra, no estado em que se encontra, tenho vergonha. Se calhar é melhor mudar-me para a Madragoa.

Sandra Marques

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo