CulturaSlider

Fátima Alçada de saída do Centro de Arte de Ovar

[themoneytizer id=”16574-1″]

A programadora do Centro de Arte de Ovar, Fátima Alçada, demitiu-se e está de saída da Divisão de Cultura da Câmara Municipal de Ovar.

Em declarações ao nosso jornal, a responsável do CAO, nos últimos 5 anos e meio, garante que a saída “é super tranquila” e fica a dever-se a um convite para integrar um “projecto irrecusável” cujo desenlace só agora se verificou.

Para trás, fica um trabalho elogiado por todos. “Faço um balanço muito positivo do meu trabalho no CAO, sabendo que as coisas não têm a velocidade que gostaríamos”.

“Vou continuar a acompanhar a programação que, “até final do ano, ainda foi feita por mim”. No resto, vai ter muitas saudades das “conquistas” que foram feitas, como o serviço educativo, “que tem lotações sempre esgotadas”, o Festival de Jazz ou os Concertos (in)Comuns.

A programadora cultural assegura que “já podia ter saído há mais tempo” e que a demissão no momento dos festejos do Carnaval é “coincidência”.

O vereador da Cultura da Câmara Municipal de Ovar, Alexandre Rosas, entende a decisão de Fátima Alçada, diz estar a analisar a situação mas que “ainda é prematuro para avançar uma possível solução”.

(actualizada no dia 28.02.2019, às 12 horas)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta