CarnavalPrimeira Vista

Flores gigantes dos Garimpeiros deslumbram Calais

São mais de 350 os parques e jardins ao longo de toda a França que participam neste evento anual em torno dos jardins e que, em 2023, celebra a sua 20ª edição subordinada ao tema “Música de Jardim”.
Em Calais, as flores coloridas e gigantes feitas de esponja estão a atrair todas as atenções. A convite de uma conhecida empresa portuguesa especializada em instalações e decoração urbana, “começamos por fazer 30 flores”, conta Renato Oliveira, presidente dos grupo carnavalesco Garimpeiros, mas o furor foi tal que, depois de lá colocadas, a empresa já dobrou e triplicou a encomenda das referidas flores gigantes.
“Penso que se tivéssemos maior capacidade, estaríamos a trabalhar em mais flores, mas as nossas possibilidades são limitadas, porque a encomenda foi um pouco em cima da hora e porque falta mão-de-obra, pois os foliões estão com a cabeça noutras coisas nesta altura do ano”.
De qualquer forma, os que podem aparecem na sede, na Aldeia do Carnaval, e “estamos neste fim de semana a a terminar mais algumas para enviar para Calais”. “Ao mesmo tempo, estamos em convívio e a angariar verbas para fazer face às despesas do grupo, pois o preço dos materiais que usamos em desfile está bastante mais elevado e o subsídio apenas não chega para a qualidade do nosso desfile todos os anos”, explica.
Renato Oliveira diz que é “uma pena que os grupos não aproveitem mais, porque se houvesse mais interessados em ajudar poderiamos aceitar encomendas maiores”.
Os Garimpeiros já participaram na execução dos Malmequertes para a Ucrância, executaram Cravos para as festas de Figueiró dos Vinhos, entre outros.
“Julgo que, além de divulgar o nosso trabalho, promovemos o nosso Carnaval e também a nossa cidade de Ovar”, remata.
Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo