Cultura

Folar Doce de Rosa Rodrigues foi medalha de ouro

O Folar Doce, de Rosa Rodrigues, de Válega, venceu uma Medalha de Ouro no 11º Concurso Nacional de Folares e Bôlas Tradicionais Portugueses.

A doceira valeguense voltou a ser distinguida num certame organizado pelo Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas (CNEMA), em conjunto com a Qualifica/oriGIn Portugal, no passado dia 31 de março.

Mas os prémios não se ficam por aqui. A Rosca de Erva Doce arrecadou a medalha de Bronze com o júri a dizer tratar-se de “uma rosca castanha no exterior, com um sabor e aroma muito equilibrados”.

O certame, ao colocar em destaque os produtos portugueses, pretende afirmar, impulsionar e dar real importância ao sector dos “tradicionais”, com o objectivo principal de premiar, promover, valorizar e divulgar os genuínos doces ricos tradicionais portugueses.

A doceira valeguense afirma que esta distinção também vai contribuir para uma maior divulgação da iguaria ovarense mas também da riqueza do património gastronómico do concelho.

Rosa Isabel Rodrigues tem uma paixão pelos doces que já vem de longe. “Sempre gostei de cozinhar mas especialmente fazer doces”. Trabalhou durante alguns anos numa padaria e, em 1996, em Ovar, “realizei uma acção de formação para pasteleiros, mas nunca pensou na possibilidade de vir a fazer e vender doçaria”.

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo