Publicidade
CarnavalPrimeira Vista

Descida do Rio Antuã fez 20 anos mas está a perder-se

O convite não podia ser mais húmido: Idealizar uma embarcação original e entrar neste carnaval aquático.

O resultado deste desafio à criatividade e sentido de humor, sempre recorrendo a materiais reutilizáveis, já conheceu melhores dias, em Estarreja.

A organização da Descida do Rio Antuã, em Salreu, é do Centro de Cultura e Desporto de Salreu, com o apoio da Junta de Freguesia local e da Câmara Municipal de Estarreja.
Os participantes constroem as suas próprias embarcações, com as quais navegam, em desfile, ao longo de cerca de 4 km, desde a Ponte Velha, junto ao hotel da cidade, até à zona da Canhota, na Ribeira da Ladeira, em Salreu.

publicidade

Normalmente, a navegação era marcada pela originalidade, crítica social, sátira política e muito sentido de humor, mas este ano, os participantes não foram em número de outrora e a criatividade ressentiu-se disso.

O que é uma pena, pois além de ser única do género na região, divertia a quem a ela assistia.

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo