LocalPrimeira Vista

Furadouro em choque com morte de nadador salvador

Era nadador salvador numa concessão da praia do Furadouro. Amadeu Gonçalves tinha 32 anos e era ainda professor de Educação Física.

Os amigos e colegas de profissão na praia nem querem acreditar que ele faleceu esta segunda feira, na Linha do Norte.

“Nada fazia prever tal desfecho”, dizem todos, rostos fechados, sem mais comentários. A tristeza tomou conta deles por estes dias.

“A vida é um sopro. Quantos finais de tarde ficava eu na minha toalha a observar-te a rasgar as ondas sempre com bravura e com um sorriso de quem gostava da espuma das ondas…”, recorda Ana Pinto, uma amiga, nas redes sociais.

Lucinda acrescenta: “Temos de olhar e ouvir mais os outros. Os sorrisos muitas vezes são sinónimo de uma vida menos feliz. É preciso ouvir, falar, aconselhar. Olhar para o outro e levantar.”

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo