Opinião

Habitovar celebra 46 anos de vida

É com enorme orgulho e sentido de responsabilidade que assumo a presidência da direção desta mui nobre instituição. Não foi de ânimo leve que decidi aceitar este desafio, tendo em conta a robusta história que a Habitovar ostenta, mas também tudo aquilo que representa na comunidade vareira.

Muito surpreendido, mas também muito honrado fiquei, quando recebi o convite da Dr.ª Carla Moreira.
Desde já agradeço a confiança depositada não só pela Dr.ª Carla Moreira, mas também pelos restantes elementos dos órgãos estatutários e sócios.
Confesso que nunca me imaginei como um líder, pelo que não escondo alguma insegurança, certamente motivada pela inexperiência na função. Não obstante, garanto empenho, resiliência e motivação para enfrentar os maiores problemas que se possam avizinhar.

Tenho consciência que poderá ser difícil estar à altura das direções anteriores, que tanto concretizaram e tornaram a Habitovar o exemplo social que é hoje. Mas não tenciono ser um líder de mera gestão. Aspiro a mais! Pretendo alcançar a melhoria e o desenvolvimento desta instituição, concretizando assim os ideais cooperativos.
Tanto de dignificante e benéfico foi realizado, culminando na sólida e madura instituição que a Habitovar se tornou, seja a nível habitacional, seja a nível social, pelo que todos se devem orgulhar.

Inegavelmente alguns erros foram cometidos neste percurso ardiloso. Erros naturais de um processo de aprendizagem contínuo, que só serão em vão se não tiverem servido de exemplo. Razão pela qual é por demais importante a ajuda de todos, mas principalmente de quem por eles passou, para que não sejam repetidos e assim mantermos o melhor rumo.

Contudo, muito há ainda a fazer!
É necessário angariar mais sócios, perceber as necessidades da nossa comunidade e dar a resposta mais adequada possível, seja a nível educacional, social, didático ou até lúdico.
É necessário crescer e unir esforços. Apenas com o esforço conjunto podemos almejar o melhor para o bem-estar da nossa comunidade.

É necessário modernizar e acompanhar as novas tecnologias. Não devemos esquecer as nossas origens, mas também não podemos ficar agarrados ao passado.
É necessário revitalizar os espaços verdes, que sempre foram uma imagem de marca desta comunidade.
Ovar enfrenta hoje novamente uma carência habitacional. Faltam novos fogos habitacionais e os existentes exibem preços especulativos. À semelhança do que outrora motivou as suas origens, poderá passar pela Habitovar a resposta a este flagelo que assola as famílias vareiras. Pelo que é necessário voltar a edificar.
Em súmula, é necessário voltar a dinamizar a nossa sociedade…

Enquanto presidente da direção tudo farei para dignificar, dar maior visibilidade e credibilidade à Habitovar. Para isso conto com esta magnifica equipa, que sei estarem dispostos a dar o seu melhor para dinamizar e levar a nossa cooperativa a bom porto

João Tiago Dias
Presidente do Conselho
de Administração da Habitovar

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo