LocalSlider

Homem que matou mulher a tiro em Esmoriz condenado a 17 anos de prisão

A Tribunal de Aveiro condenou a 17 anos de prisão um homem de 80 anos por matar a mulher, de 50 anos, a tiro, ocorrido em julho de 2020 no centro de  Esmoriz.

Durante a leitura do acórdão, a juíza presidente disse que o coletivo de juízes deu como provado que o arguido matou a mulher com dois tiros de caçadeira por não aceitar o fim do relacionamento.

Além da pena de prisão, o arguido vai ter de pagar uma indemnização de 85 mil euros ao filho da falecida, tendo ainda sido condenado na pena acessória de declaração de indignidade sucessória, que o impede de receber a herança da mulher.

O arguido, que foi dispensado de assistir à leitura do acórdão, estava ainda acusado de violência doméstica e detenção de arma proibida, mas foi absolvido destes crimes.

Durante o julgamento, o arguido negou ter disparado na direção da mulher, afirmando que o primeiro disparo teria ocorrido durante uma disputa do saco onde estava guardada a arma e o segundo tiro teria acontecido quando se tentou livrar do saco.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo