Saúde

Hospital de Ovar condenado a indemnizar doente deixado com penso no corpo

O Tribunal Central Administrativo Norte aumentou para 25.100,75 euros a indemnização a pagar pelo Hospital de Ovar, distrito de Aveiro, a um paciente que, durante cinco meses, teve dentro do seu corpo uma compressa ali deixada durante uma cirurgia.

O acórdão, datado de 30 de setembro e a que a Lusa teve hoje acesso, concedeu parcial provimento ao recurso, fixando em 25 mil euros a indemnização a pagar a título de danos não patrimoniais e 100,75 euros a título de danos patrimoniais.

Em 18 de maio de 2020, o Tribunal Administrativo e Fiscal (TAF) de Aveiro tinha condenado o hospital vareiro a pagar uma indemnização de 4.100,75 euros ao autor que, na petição inicial, reclamava uma indemnização de 40 mil euros.

Ler artigo da agência Lusa in Notícias ao Minuto.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo