CulturaSlider

“Iemanjá” no Furadouro: Realidade ou Photoshop

Uma mulher vestida com uma túnica branca, descalça, caminhando junto ao mar, foi fotografada no passado sábado, no Furadouro.

O autor desta foto, Manuel Silva, garante que é real e mais: esta “mulher de branco a olhar o mar estava acompanhada por um fotógrafo”. Era, afinal uma sessão fotográfica para a nova colecção do estilista e designer portuense Nuno Miguel Ramos. Aliás, não é a primeira vez que o estilista se inspira no mar, tendo acontecido o mesmo no último Portugal Fashion.

De qualquer modo, houve logo quem a ligasse a um alegado culto por ser em tudo idêntica a Iemanjá, a padroeira dos pescadores. Para as religiões de matriz africana, como o Candomblé e a Umbanda, é ela quem decide o destino de todos aqueles que entram no mar.

A beleza da imagem não deixou ninguém indiferente, mas questão aqui também foi de segurança, já que a autoridade marítima alertou para o agravamento da agitação marítima em Portugal Continental, entre as 12h00 de 23 de dezembro, e as 12h00 desta segunda-feira, 27 de dezembro. À população em geral, a Autoridade Marítima Nacional e a Marinha desaconselharam a prática de passeios junto à orla costeira e nas praias, bem como de actividades nas zonas expostas à agitação marítima ou atingidas pela rebentação.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo