Empresas

IT-Aveiro colabora na criação de rede quântica de comunicações seguras

O Instituto de Telecomunicações de Aveiro (IT-Aveiro) é um dos parceiros na conceção e implementação de uma rede quântica de comunicações seguras em Portugal, a integrar na rede europeia que está a ser implementada na União Europeia (EuroQCI).

O projeto em Portugal designa-se PTQCI, é liderado pelo Gabinete Nacional de Segurança (GNS), e tem o contributo do IT-Aveiro na conceção e implementação dos nós quânticos que se articularão com máquinas de cifra na estruturação da rede.

Com este projeto, procurar-se obter uma rede de comunicações mais segura, com menos intervenção humana e com tecnologia quântica. Será possível fazer uma distribuição mais segura de chaves de cifra. O algoritmo de encriptação e as máquinas de cifra estão também a ser desenvolvido em Portugal.

Nesta primeira fase, a rede em Portugal será constituída por um nó central, no Gabinete Nacional de Segurança (GNS), estendendo-se ao Ministério dos Negócios Estrangeiros, ao Estado Maior Feral das Forças Armadas e ao Centro de Comunicações, de Dados e Cifra da Marinha.

“Não se pretende uma eliminação dos sistema existente e substituição pela rede quântica”, esclarece Armando Pinto, professor da Universidade de Aveiro e coordenador da participação do IT-Aveiro no projeto PTQCI. “O sistema atual não deixará de funcionar repentinamente; sendo progressivamente substituído pela nova rede quântica”, sublinha.

Da parceria no PTQCI, fazem parte, para além do GNS, ainda o Instituto de Telecomunicações, Deimos Engenharia, o IP Telecom, a Altice Labs, o Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores – Investigação e Desenvolvimento, a Adyta, o Instituto Superior Técnico, a Fundação para a Ciência e Tecnologia, a Warpcom, a Omnidea, o Instituto Superior de Engenharia de Lisboa, o Instituto Português da Qualidade e o Instituto Quântico Português.

O projeto PTQCI, no valor de 6,8 milhões de euros, é financiado pela União Europeia e, em parte, pela pelo Plano de Recuperação e Resiliência. Ao IT-Aveiro cabe um financiamento de 878 mil euros.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo