CulturaSlider

Já conhece as companhias que vão estar no FIMO 2016?

 

Por muitos considerado um dos melhores (pequenos) festivais da Europa, o FIMO – Festival Internacional de Marionetas de Ovar está de volta para a sua décima edição.

A União das Freguesias de Ovar, São João, Arada e São Vicente de Pereira Jusã organiza o certame que traz a magia às praças e largos da cidade de Ovar, abrindo uma janela para o que de melhor se faz na arte das marionetas pelo mundo, sem esquecer as suas raízes e as companhias locais.

“Poucas iniciativas dinamizam o espaço público como o FIMO, animando o comércio e a cidade que se alegra e vibra com os espectáculos”, salientando a organização que o FIMO “já é uma referência no panorama dos festivais de marionetas em Portugal e não só”.

Conheça agora as companhias que vão estar no FIMO a partir de sexta-feira. Se já conhece, aproveite para recapitular.

COMPANHIAS

• Partículas Elementares – Teatro de Marionetas (Ovar, Portugal)

Desde 2003, a Companhia Partículas Elementares vem conquistando o público por todo o país, no cenário do teatro infantil e de marionetas. Vem criando cumplicidades directas e precisas com as crianças e adultos, concretizadas através de histórias simples, delicadas e com a devida dose de poesia, que nos envolvem no primeiro instante.

• Wood Toys (Ovar, Portugal)

O Festival Internacional de Marionetas de Ovar tem o prazer de apresentar José Correia, mais um artista de Ovar cujo trabalho em madeira estará disponível no espaço FIMO para deleite das crianças. Wood Toys pensou, desenhou e construiu o Carrossel
do FIMO, no qual todos vão poder andar de cabeça à roda.

• Fimtasia (Ovar, Portugal)

Integrado no Festival Internacional de Marionetas de Ovar, este é um workshop que se desdobra durante o certame. A ideia é ir para além do simples assistir aos espectáculos. Assim, o desafio é preparar uma peça para apresentar no domingo, último dia do FIMO. Para crianças, com idades compreendidas entre os 6 e os 12 anos.

• Conversa Própria (Ovar, Portugal)

A Associação Cultural Conversa Própria, jovem associação com base no espaço dos Irmãos Unidos, em Ovar, poucos dias depois de estrear o seu novo espectáculo teatral, FALSOS dEUSES, promete continuar a surpreender, agora no FIMO 2016.

• Contacto (Ovar, Portugal)

Depois de estrear “Cinderela”, no FIMO de 2015, a Companhia de Teatro Contacto, de Ovar, continua a mostrar trabalho e a explorar novos caminhos. Está de volta ao FIMO 2016, para apresentar mais uma incursão pelo mundo mágico das marionetas.

• Circleuphoria (Coimbra, Portugal)

A Circleuphoria: Marionetas, adereços teatrais, fotografias, vídeos é uma associação teatral, formalmente constituída em março de 2015, em Coimbra, com o objectivo de desenvolvimento e promoção de actividades artísticas e culturais.

• Companhia Marimbondo (Lousã, Portugal)

Com sede na Lousã desde 1990, a Companhia Marimbondo apresenta espectáculos e animações – por vezes jocosos e satíricos, outras vezes oníricos e etéreos – nem sempre são fáceis de classificar, uma vez que abrangem áreas tão distintas (ou tão adjacentes) como a música, o teatro, o novo-circo, as marionetas e formas animadas, produzindo uma interligação única nas suas apresentações finais.

• S.A.Marionetas – Teatro; Bonecos (Alcobaça)

S.A. Marionetas – Teatro; Bonecos, tem como objectivo promover e divulgar o Teatro de Marionetas. Nessa perspectiva, o seu trabalho pode-se dividir em duas vertentes principais: A investigação e a procura de novas soluções estéticas para o Teatro de Marionetas por um lado, e por outro, a preservação da tradição popular portuguesa através da pesquisa e continuidade na realização do Teatro D. Roberto.

• Bufos Puppet Theatre (Atenas, Grécia)

Criado no Verão de 2011, o Bufos Puppet Theatre é originário da cidade de Atenas, na Grécia e apresenta-se em Ovar, numa rigorosa estreia em Portugal. Desde a sua fundação que a companhia é muito requisitada para espectáculos quer seja na rua, em teatros, instituições de bem-estar ou festivais, por toda a Grécia e um pouco por todo o mundo.

• El Retrete de Dorian Gray (Espanha)

Habituados a percorrer festivais por toda a Europa, «El Retrete de Dorian Gray» trabalha com as mãos, com chapéus, com balões e com objectos que são mais do que parecem à primeira vista.
As suas mãos vão mostrar em Ovar, no próximo mês de Junho, que não é fácil ser um balão!

• Alexander Mihajlovsky (Macedónia/Dinamarca)

Alex Mihajlovski, nascido na Macedónia, mas radicado na Dinamarca desde os anos 1990, vai trazer, ao nosso festival, a marioneta Barti que, como é hábito, conquistará o exigente público do FIMO.

• Fantojes Baj (Espanha)

Fantoche Baj é uma companhia criada inicialmente em Portugal, em 2006. Desde então, o seu campo de interesse centra-se no teatro de fantoches, entendidos de uma forma ampla. Desde a proposta mais tradicional dos bonecos de luva e varinha do primeiro espetáculo, prosseguiu numa progressiva abertura a outras formas mais contemporâneas do teatro de objectos.

• Victor Antonov (Rússia)

O mestre russo das marionetas, Victor Antonov, vai trazer ao Festival Internacional de Marionetas de Ovar 2016 o seu circo de fios, onde há de tudo: Palhaços, acrobatas, animais e toda a diversão própria do circo, num desempenho hipnotizante que tem
conquistado plateias por todo o mundo.

• Adrian Bandirali (Argentina)

Adrian Bandirali trabalha com marionetas desde 1985, em Buenos Aires, onde fundou a sua companhia em colaboração com Laura Romera. Já passou pela Alemanha, Holanda, Bélgica, Irlanda, Espanha, Portugal, Dinamarca, Rep. Checa, Brasil, Argentina
e Chile e Estados Unidos. Desde 2001, ensina marionetas para FNAS (Federação Nacional dos artistas da rua) em Milão e Nápoles, na Itália.

• SoupeCie (França)

O desejo da SoupeCie é entender e agitar o universo. A marioneta divide o palco com o músico, o actor e o dançarino. Cada nova criação é, para a SoupeCie, um novo estudo. Experimentar e descobrir são o propósito de cada representação.

• Teatro Navegante – Companhia de Navegantes (Brasil)

O Teatro Navegante – Companhia de Marionetas é uma empresa cultural brasileira que tem como objectivo a realização de espectáculos, oficinas, intervenções e produções televisivas com bonecos. Além de pesquisas, criação e produção de marionetes de fios, a sua equipa é formada pelo director, o marionetista Catin Nardi e os seus parceiros artistas e aprendizes.

• Beto Hinça (Brasil)

Beto Hinça – Teatro de Marionetas é uma Companhia de Teatro de Animação que se dedica à produção, apresentação e organização de teatro de Marionetes. É uma companhia conhecida do público vareiro, pois na sua intensa actividade itinerante, através da qual apresenta os seus espectáculos em escolas, teatros e festivais de várias regiões de Portugal e estrangeiro, marcou presença nas primeiras edições do FIMO.

A estas acresce a alegoria do grupo Carnavalesco Vampiros, com o seu Gepetto e o Pinóquio, totalmente articulados, uma contratação de última hora!

* Todos os dias do Festival
Mercado de venda de marionetas e brinquedos artesanais
Junto ao Tribunal de Ovar
Espaço Feira e Carrossel
Sexta das 17.00 às 24.00
Sábado das 17.00 as 24.00
Domingo das 17.00 às 22.00

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Leia também

Close