Política

JCP acusa Governo de “oferecer” Pousadas da Juventude aos privados

A juventude comunista (JCP) manifestou-se hoje contra a privatização das Pousadas da Juventude por considerar que se trata de “um investimento público importante”, que “o Governo oferece aos privados” para obterem lucro.

O Governo de coligação PSD/CDS anunciou, em agosto de 2011, a privatização de 25 Pousadas da Juventude, refere a JCP em comunicado, lembrando que se opõe “à privatização destes equipamentos” por entender que põe em causa “a sua missão específica, a sua qualidade e os preços praticados”, oferecendo-as aos privados para obterem lucro.

“Se estas pousadas não tinham as condições materiais adequadas, deveriam ser dotadas de tais equipamentos e não encerradas deliberadamente”, realça a JCP, lembrando que “estes equipamentos desempenham um papel determinante como instrumentos de coesão social e territorial, para além de constituírem fatores de desenvolvimento económico e social para estes distritos”.

A recente decisão do Executivo em privatizar a gestão das Pousadas da Juventude ocorreu após o encerramento de diversas pousadas.

“Se estas pousadas não tinham as condições materiais adequadas, deveriam ser dotadas de tais equipamentos e não encerradas deliberadamente”, assinala no comunicado. Estes equipamentos desempenham um papel determinante como instrumentos de coesão social e territorial, para além de constituírem fatores de desenvolvimento económico e social para estes distritos.

O secretário de Estado da Juventude e do Desporto, Emídio Guerreiro, anunciou a 10 de janeiro que 25 Pousadas da Juventude iriam ser postas a concurso até junho para passarem a ser geridas por privados.

O processo é dividido em duas fases. Até março, abrem as candidaturas relativas a dez unidades e, até junho, mais 15, perfazendo mais de metade da rede das Pousadas de Portugal, atualmente constituída por 40 unidades.

Recorde-se que no caso da Pousada da Juventude Ovar, a Câmara de Ovar decidiu intervir com 30 mil euros para comprar um crédito de alojamento para este ano que lhe possibilitará manter o espaço aberto e utilizar todas as pousadas da juventude do país que façam parte da rede nacional, até essa quantia.

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo