DesportoOutros

Jogos Paraolímpicos de Tóquio 2020: O que esperar de Portugal?

As Olimpíadas terminam oficialmente no domingo, 8 de agosto, mas há mais competição global para conferir depois. Os Jogos Paraolímpicos de Tóquio 2020 começarão em 24 de agosto e irão até 5 de setembro e, ao total, 33 atletas portugueses estarão presentes na competição.

A história dos Jogos Paraolímpicos

Criados em 1948, esses Jogos reúnem os melhores atletas do mundo com diversas deficiências. A estreia da Comissão de Portugal foi em 1972 (dois anos antes da Revolução dos Cravos), onde foi representado apenas por uma equipa masculina de basquetebol em cadeira de rodas.

Entretanto, só passou a competir de fato na edição de 1984, não tendo perdido nenhuma outra edição desde então. Os atletas portugueses conquistaram um total de 92 medalhas paralímpicas, das quais 25 de ouro, 30 de prata e 37 de bronze.

E, a partir de 2010, ocupa o trigésimo sexto lugar no quadro de medalhas de todos os tempos dos Jogos Paraolímpicos. O melhor desempenho do país, no entanto, veio em 2000, quando conquistou 15 medalhas (das quais 6 de ouro) e ficou em 26º lugar.

Quem são os atletas que irão representar Portugal nos Jogos Paraolímpicos de Tóquio 2020?

Ao total, o país será representado por 33 atletas em 8 categorias diferentes. Infelizmente, não foi possível se classificar para nenhum desporto de equipa, como basquetebol em cadeiras.

Entretanto, o atletismo e boccia são modalidades com mais de10 atletas cada. Assim, há uma grande chance de medalha nesta edição.

Segundo o site do Comitê Paraolímpico de Portugal, estes são os atletas classificados e que devem competir:


Modalidade
Atleta
Disciplina e Classe
Atletismo
Ana Filipe
Salto em Comprimento T20
Carina Paim
400m T20
Claudia Santos
Salto em Comprimento T20
Cristiano Pereira
1500m T20
Hélder Mestre
100m e 200m T51
João Correia
100m T51
Manuel Mendes
Maratona T46
Miguel Monteiro
Lançamento do Peso F40
Odete Fiúza
Maratona T11
Sandro Baessa
400m e 1500m T20
Badminton
Beatriz Monteiro
Singulares SU5
Boccia
Abílio Valente
Individual BC2 e Equipas BC1/BC2
Ana Sofia Costa
Individual BC3 e Pares BC3
André Ramos
Individual BC1 e Equipas BC1/BC2
Avelino Andrade
Individual BC3 e Pares BC3
Carla Oliveira
Individual BC4 e Pares BC4
Cristina Gonçalves
Individual BC2 e Equipas BC1/BC2
José Macedo
Individual BC3 e Pares BC3
Manuel Cruz
Pares BC4
Nelson Fernandes
Individual BC2 e Equipas BC1/BC2
Pedro Clara
Pares BC4
Canoagem
Alex Santos
200m KL1
Norberto Mourão
200m VL2
Ciclismo
Luís Costa
Contrarrelógio e Prova em Linha H5
Telmo Pinão
Contrarrelógio e Prova em Linha C2
Os atletas portugueses disputarão suas partidas a partir do dia 25. Portanto, não faltaram opções para quem quiser torcer por eles.

Manuel Mendes: O maratonista de 50 anos espera medalha

Aos 50 anos, o Português espera conseguir sua segunda medalha paraolímpica seguida. Ele conquistou  medalha de bronze na maratona nos Jogos Paralímpicos do Rio’2016.

Sua classificação para os Jogos Paraolímpicos na categoria T46 (deficiência motora) veio através da 4ª colocação na Taça do Mundo de maratona do Comité Paralímpico Internacional (IPC).

Ao ser perguntado sobre o que espera dos jogos, o atleta respondeu que  “Pode correr bem e pode correr mal. O que prometo é que estou a preparar-me e dedicar-me”. Além disso, afirmou que espera que os astros se alinhem para que consiga uma medalha.

Noberto Mourão nos Jogos Paraolímpicos

O paracanóico português Norberto Mourão foi um dos melhores atletas paracanóicos em 2019. Primeiro ele ganhou a medalha de bronze no Campeonato Europeu de Paracanoe em maio e depois em agosto acrescentou à sua coleção a medalha de prata no Campeonato Mundial de Paracanoe em Szeged.

Noberto Mourão nos Jogos Paraolímpicos

O paracanóico português Norberto Mourão foi um dos melhores atletas paracanóicos em 2019. Primeiro ele ganhou a medalha de bronze no Campeonato Europeu de Paracanoe em maio e depois em agosto acrescentou à sua coleção a medalha de prata no Campeonato Mundial de Paracanoe em Szeged.

Agora, ele espera obter uma medalha nas Paraolimpíadas de Tóquio em 2020. Apesar desta ser sua estreia em uma paraolímpiada, o português esteve muito, muito próximo da situação de cinco anos atrás.
Norberto Mourão ficou a apenas 7 milissegundos da classificação para os Jogos Paraolímpicos do Rio de Janeiro na categoria de caiaque. O atleta de 40 anos admitiu que se sentiu incomodado com a derrota e que esta foi uma das motivações por trás da sua mudança para a canoagem.
Ele irá  competir na classe VL2 200 metros. Suas eliminatórias serão às 2h10 ou 2h15 de dia 2 de setembro, depois irá descansar e só volta a competir dia 4.

Fique de olho nos Jogos Paraolímpicos de Tóquio 2020

Com a emoção das olimpíadas, o público está já a buscar uma nova maneira de apoiar atletas. E as paraolimpíadas são exatamente isso. Os atletas estarão a dar seu melhor em todas as competições.
Já para aqueles que gostam de assistir e dar palpites, algumas www.casasdeapostaslegais.com podem ser uma boa opção de unir o útil a agradável.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo