ComunicadosPolítica

JS fez voltar a ouvir-se a Arte Xávega

Após a visita no dia 14 de agosto da Concelhia de Ovar da Juventude Socialista à praia do Furadouro a JS Ovar fez uma denúncia pública das várias carências e vicissitudes da Arte Xávega. Estas dificuldades têm sido agravadas, nas palavras de Eduardo Sereno, habitante do Bairro dos Pescadores, pelo “desinteresse total da autarquia vareira na medida em que devia apoiar mais a Arte Xávega”, explicando ainda que “muito se tem falado do turismo e pouco se tem feito” nesta região.

Esta denúncia nas redes sociais finalmente surtiu efeito no Executivo camarário que, em resposta, aprovou no âmbito do Regulamento de Apoio às Artes e Ofícios Tradicionais com Interesse Municipal (RAAOTIM) apoios nos valores de 20.605 euros e 28.500 euros, à Companha “Jovem”, a operar na praia do Furadouro, e à Companha “Buçaquinho”, a operar na Praia de Cortegaça, respetivamente.

A JS Ovar alegra-se com o facto que a sua intervenção pública tenha contribuído para ajudar as duas das últimas e únicas companhas de pesca ativas no Município, para que possam prosseguir com a sua atividade, pela defesa dos valores do património social, turístico e cultural da identidade vareira, fazendo-se assim ouvir a Arte Xávega.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta