DesportoSliderVoleibol

Juliana Antunes e Tânia Oliveira apuram-se para a final em Cortegaça

Campeonato Lidl 2020 está a decorrer no Centro de Alto Rendimento de Voleibol de Praia da Federação Portuguesa de Voleibol (FPV

O Campeonato Lidl 2020 está a decorrer no Centro de Alto Rendimento de Voleibol de Praia da Federação Portuguesa de Voleibol (FPV), localizado em Cortegaça, com a dupla Juliana Antunes e Tânia Oliveira a apurar-se hoje para a final.

Juliana Antunes e Tânia Oliveira defendem o título, depois de terem saído vitoriosas nas edições da prova em 2015, 2016, 2017 e 2019 (Juliana venceu ainda em 2008, 2010 e 2011).

A dupla persegue o «penta», tem uma vontade enorme de competir, mas confessa: “Foi difícil, mas conseguimos chegar á final que era o nosso objectivo”.

A dupla encaramos o regresso à competição com alguma ansiedade e cautela. “Estamos felizes por podermos voltar a competir depois de tanto tempo de paragem mas também temos os nossos receios em relação à situação que estamos todos a passar. Vamos ter que seguir muitas regras de segurança e vamos ter que nos adaptar pelo bem de todos. A vontade é muita mas estamos conscientes de que a qualquer momento a situação se pode alterar”.

A preparação não tem sido a ideal, “mas a melhor possível mediante as condições. Não tínhamos autorização para treinar nas praias e embora estivéssemos a treinar em casa, e a manter os cuidados necessários, o contacto com a bola até ao início deste campeonato foi pouco”.

Sobre a (re)conquista do troféu, Juliana e Tânia querem revalidar o título, mas consideram que o mais importante é poderem voltar a praticar Voleibol de Praia:
“Temos confiança sobretudo na ligação que temos como dupla e no facto de neste período nos termos mantido sempre fisicamente ativas e a seguir todos os cuidados necessários. Estamos a trabalhar o melhor que conseguimos num curto espaço de tempo para tentarmos chegar à melhor forma possível, sabendo que à partida será um processo muito diferente dos anos anteriores. Esperamos que isso seja suficiente para revalidarmos o título. Seja como for, o mais importante é podermos fazer o que mais gostamos e consigamos sair desta situação saudáveis e em segurança.
Estamos conscientes de que o público fará muito falta ao espectáculo, mas esperamos que em breve seja possível voltar à normalidade”.

Aos participantes e intervenientes no Campeonato Lidl, a experiente dupla aconselha:
“Acima de tudo, que sigam as regras de segurança para o bem de todos, e em segundo, apesar de ser um campeonato atípico, que se divirtam, se elevem, que sejam saudavelmente competitivos, que retirem o melhor que se pode retirar de cada situação, jogo ou acção. Que façam sempre o melhor que puderem com os recursos que têm. Que valorizem o facto de podermos voltar a competir e praticar a melhor modalidade do mundo”.

O Campeonato Nacional de Voleibol de Praia é organizado pela FPV, com o apoio da empresa Lidl Portugal, e as etapas têm cobertura televisiva por parte d’A Bola TV e da Volei TV.

Sem a presença conjunta dos actuais campeões nacionais, Fabrício «Kibinho» Silva e Roberto Reis (forma agora equipa com José Pedro Andrade), as duplas Januário Silva/Fabricio Barros, campeões em 2013 e vice-campeões em 2011, 2012, 2015 e 2018, Sebastião Leão/ Marcus Oliveira, nesta altura os mais bem classificados no ranking, e Hugo Campos/João Nuno Pedrosa, jovens que integram o projecto da FPV de Voleibol de Praia a tempo inteiro, vencedores do Torneio Sub-21 da WEVZA, 4.ºs classificados no Torneio de Berlim e 17.º classificados no Europeu de Sub-18, aparecem, a priori, como os mais fortes candidatos à vitória nesta etapa inaugural do Campeonato Lidl.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta