Publicidade
Saúde
Em Destaque

Junho | Mês de Sensibilização para a Saúde Masculina

Especialistas esclarecem mitos sobre o Cancro da Próstata em ‘Próstata Sem Tabus’

 

A propósito do Mês de Sensibilização para a Saúde Masculina, a Astellas relembra que o Cancro da Próstata é a 2ª principal causa de morte em homens acima dos 50 anos de idade [i] e apresenta recomendações de especialistas na plataforma ‘Próstata sem Tabus’, com o objetivo de sensibilizar a população para esta patologia e incentivar ao diagnóstico precoce.

O cancro da próstata acontece devido a uma anomalia nas células glandulares, que se multiplicam descontroladamente e a um ritmo mais elevado. Por outro lado, as células velhas e doentes não morrem, acumulando-se no órgão, dando origem ao tumor. Esta que é a segunda principal causa de morte, por cancro, entre homens acima dos 50 anos de idade[ii], estima-se que em 2020 tenha afetado 6.759 homens em Portugal. [iii]

É, por isso, crucial que a população tenha informação fidedigna para tomar decisões conscientes e informadas. O projeto ‘Próstata sem Tabus’ , que conta com o apoio da Associação de Investigação Cuidados de Suporte em Oncologia (AICSO) e do Grupo Português Génito-Urinário, faculta informação desenvolvida por diversos especialistas, através de vídeos elucidativos sobre a doença.

publicidade

A psicóloga Eloisa Fernandes, o urologista Frederico Teves e os oncologistas João Godinho, Catarina Santos e João Vasco Barreira são alguns dos especialistas envolvidos, que abordam temas como ‘Cuidar da Mente’, ‘Tratamentos Cirúrgicos no Cancro da Próstata’, ‘Estratégias para lidar com os efeitos secundários da hormonoterapia’, ‘Exercício Físico e Cancro da Próstata’ e ‘Risco Genético no Cancro da Próstata’.

Apesar de o Cancro da Próstata ser assintomático durante anos, é importante estar atento a alguns sintomas iniciais e perceber se são apenas alterações benignas, como é o caso da hiperplasia benigna da próstata. No entanto, caso existam sintomas como sangue na urina, incontinência urinária, jato urinário fraco, dor óssea e fraqueza muscular, perda de ereção, dor nas costas, ancas e peito, deverá consultar o seu médico rapidamente. [iv]

Além dos sintomas é importante que haja consciência de que fatores como idade, histórico familiar, etnia, fatores ambientais, níveis hormonais e estilo de vida podem aumentar o risco de vir a sofrer de cancro da próstata. [v]

Para Filipe Ribeiro, Diretor Médico da Astellas Farma “disponibilizar conteúdos com informação relevante para a literacia da população sobre cancro da próstata, é fundamental para que possam ser reconhecidos os sintomas deste cancro que é atualmente mais letal para os homens do que o cancro da mama para as mulheres. O acesso à informação e prevenção é o caminho para não ser apanhado de surpresa”.

[i] Associação Portuguesa de Urologia (https://www.apurologia.pt/publico/cancro_da_prostata.htm)

[ii] Associação Portuguesa de Urologia (https://www.apurologia.pt/publico/cancro_da_prostata.htm)

[iii] Globocan, 2020 – Estimativa de incidência (número de novos casos) e de mortalidade por cancro no Homem, todas as idades, em https://www.ligacontracancro.pt/novembroazul/

[iv] https://prostatasemtabus.pt/o-cancro-da-prostata/

[v] https://prostatasemtabus.pt/factores-de-risco/

 

Publicidade
Botão Voltar ao Topo