CulturaPrimeira Vista

Juntos em torno da vida e obra de Júlio Dinis

Com o objectivo de promover o convívio entre investigadores e leitores tendo por base a obra literária de Júlio Dinis, a Câmara Municipal de Ovar vai organizar, nos dias 13 e 14 de novembro o IV Encontro Dinisiano, evento que integra as comemorações da data de aniversário do escritor, 14 de novembro de 1839.

No domingo, dia 13 de novembro, decorrerão “Breves Apontamentos Literários Dinisianos” com Carlos Nuno Granja e Barbara Andrez, às 17 horas, na Santa Casa da Misericórdia de Ovar e, às 18 horas, na Casa do Povo de Ovar.

À noite, pelas 21h30, no Museu Júlio Dinis – Uma Casa Ovarense será lançada a obra “Júlio Dinis – As Pupilas Do Senhor Escritor”, de Joaquim Jorge Carvalho, com apresentação do jornalista e escritor Daniel Abrunheiro e moderação de Carlos Nuno Granja.

A obra “Júlio Dinis – As Pupilas do Senhor Escritor” reproduz, no essencial, a tese de Doutoramento em Literatura Portuguesa (Investigação e Ensino) que Joaquim Jorge Carvalho defendeu, em julho de 2011, na Sala dos Capelos da Universidade de Coimbra.

O livro ocupa-se de toda obra dinisiana, revisitando sobretudo os contos e os romances de Júlio Dinis. O Autor, numa espécie de tributo literário e afectivo, procura explicar o segredo do sucesso de Júlio Dinis (no século XIX e nos séculos XX e XXI), reflectindo sobre o modo como o romancista domina as categorias essenciais do texto narrativo, nomeadamente no que se refere à construção da ação, ao uso das cenas (e diálogos) e à criação de personagens imorredoiras (como a do Reitor e a do médico João Semana, n’As Pupilas, por exemplo).

Joaquim Jorge Carvalho nasceu em Coimbra, a 15 de Abril de 1963. É professor de Português e Francês na Escola Básica de Arco de Baúlhe (Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto). Licenciou-se em Línguas e Literaturas Modernas pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, em 1986. Fez uma pós-graduação em Estudos Anglo-Americanos, na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, em 1995. Obteve o título de Mestre em Estudos Portugueses, pela Universidade Aberta, em 2000/2002. Concluiu, em Julho de 2011, o seu Doutoramento em Literatura Portuguesa (Investigação e Ensino), pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

Na segunda-feira, o IV Encontro Dinisiano dedica-se ao público escolar e, pelas 10 horas será apresentada a obra “Júlio Dinis – As Pupilas Do Senhor Escritor”, de Joaquim Jorge Carvalho, na Escola Secundária José Macedo Fragateiro.

Pelas 16 horas, decorrerá uma sessão de reflexão sobre a importância da obra dinisiana nos programas escolares, denominada “Júlio Dinis No Ensino” e “Júlio Dinis: A Narrativa Como Ordenação Da Vida E Do Mundo”, na Biblioteca da Escola Secundária Júlio Dinis. Esta sessão contará com as intervenções de Carlos Nuno Granja (escritor) e Joaquim Jorge Carvalho (escritor e investigador).

O IV Encontro Dinisiano culmina com o lançamento de mais uma obra “O Porto De Júlio Dinis”, da vareira Maria Adelaide Godinho Arala Chaves, pelas 21h30, no Museu Júlio Dinis. O livro será apresentado por Fernando António Baptista Pereira, Professor Associado e Presidente do Conselho Científico da Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, contando ainda com as intervenções de Ana Maria Lopes Duarte, Museóloga e Professora Auxiliar da Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, e José Ribeiro, Director da Editora Afrontamento.
A obra “O Porto de Júlio Dinis” retrata o Porto da época de Júlio Dinis, como o escritor via e vivia a cidade em que nasceu, contextualizando-se aspectos da vida quotidiana, o que permite entender a sociedade portuense de então.

Maria Adelaide Godinho Arala Chaves, natural de Ovar, licenciou-se em Filosofia na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Tem vivido em Ovar, onde leccionou Língua Portuguesa, Estudos Sociais e História do 2.º ciclo do Ensino Básico. Desenvolveu inúmeros projectos e acções de defesa do Ambiente e Património locais. Destacam-se as seguintes obras publicadas: “Júlio Dinis, Um Diário em Ovar”, Porto, ed. Campo das Letras, 1998 (esgotada); ”Do Mar e da Terra. Palheiros e Pescadores do Furadouro e Ovar”, Porto, Edições Afrontamento, 2008 (esgotada); a 2.ª edição sai ainda em Novembro de 2016; “Da Ria e da Terra, A Cale de Ovar”, Porto, Edições Afrontamento, 2012 (esgotada). No âmbito da Literatura infantil, “Histórias da Cor do Tempo”, Ed. Mosaico de Palavras, 2014.

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo