Empresas

Leitura de acórdão do processo Face Oculta só depois das férias judiciais

O Tribunal de Aveiro marcou nesta terça-feira para 5 de Setembro, às 10h, a leitura do acórdão do julgamento do processo Face Oculta, invocando a “excepcional dimensão” do processo.

A data foi avançada na tarde desta terça-feira pelo presidente do colectivo de juízes que está a julgar o caso, após as últimas declarações dos arguidos.

O juiz Raul Cordeiro referiu que o tribunal ponderou proceder à leitura do acórdão antes das férias judiciais de Verão, mas explicou que tal não será possível, porque existem “várias questões legais” a apreciar que foram levantadas pelos defensores, durante as alegações finais.

O processo, que está a ser julgado há mais de dois anos no Tribunal de Aveiro, deverá assim chegar ao fim cinco anos depois da operação desencadeada pela Polícia Judiciária com a realização de dezenas de buscas em vários pontos do país, que culminou na detenção de Manuel Godinho, o principal arguido no caso.

O processo Face Oculta está relacionado com uma alegada rede de corrupção que teria como objectivo o favorecimento do grupo empresarial do sucateiro Manuel Godinho nos negócios com empresas do sector empresarial do Estado e privadas.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo