Publicidade
Política

M2030 exige 90 dias para integrar a ULS de Entre Douro e Vouga

O Movimento 2030 (M2030) enviou uma carta à Ministra da Saúde, Ana Paula Martins, a solicitar que opere as diligências necessárias para que, no prazo de 90 dias, o Município de Ovar seja integrado na ULS de Entre Douro e Vouga.
Assim, “os nossos munícipes poderão continuar a tratar da sua saúde e acompanhar aqueles que lhe são mais próximos, sem prejuízo para a sua saúde e também para a sua vida profissional e familiar”.
O partido diz que tem “estado de forma permanente ao lado dos munícipes de Ovar no sentido de reverter a integração do Município de Ovar na ULS da Região de Aveiro e integrá-lo definitivamente na ULS de Entre Douro e Vouga”.
Lembra que é abordado por cidadãos do Município de Ovar com pedidos de apoio, pois “não têm condições para se deslocarem ao Hospital Infante D. Pedro em Aveio, seja pela dificuldade/longevidade da deslocação, seja pelos custos acrescidos que tal deslocação implica. Consequentemente a nossa população com menos recursos, vê-se forçada a desistir dos tratamentos, com consequências nefastas para o seu estado de saúde e mesmo de vida”.
O M2030 diz que o Município de Ovar assinou a delegação de competências na área da saúde, “reconhecendo a importância estratégica para o Governo em matéria do PRR e do seu cumprimento, no âmbito do qual foi possível receber mais de setecentos milhões de euros (700.000.000,00€)”.
O M2030 está disponível a prestar o apoio necessário no sentido de tranquilizar os munícipes de Ovar neste período de transição, sendo que dentro das suas possibilidades manterá o apoio nos casos mais difíceis, em matéria logística e operacional para consultas ou visitas a doentes.

Publicidade
Botão Voltar ao Topo