LocalSlider

Mais de um milhão de investimento no sul do concelho

A Câmara Municipal de Ovar tem em curso obras de infraestruturas básicas de proximidade na zona sul do território, cujos trabalhos representam um investimento municipal que ultrapassa 1 milhão de euros. “São obras de proximidade que vêm melhorar a qualidade de vida dos moradores”, considera do presidente da autarquia, Salvador Malheiro, adiantando que “resultam da nossa aposta na requalificação do ambiente urbano e nas infraestruturas básicas. São investimentos que há muito eram necessários nesta zona sul do território”.

Em Válega, decorre a beneficiação e saneamento da Rua das Palreiras e da Rua das Coitas, a pavimentação da Rua do Cruzeiro da Virgem e consolidação das margens, a reabilitação do Cais do Puxadouro, a colocação de relvado sintético no Campo de Futebol 11 no Complexo Desportivo do Sargaçal e a Pista de Patinagem de Válega, em fase de conclusão. Na freguesia de S. Vicente de Pereira encontra-se em curso a repavimentação da Rua da Formiga e demolição e reconstrução do Muro de Suporte a Sul, sendo certo que a freguesia tem sido objecto de importantes obras na rede viária e foi já colocado ao serviço da população o relvado sintético no Campo de Futebol 11 integrado no Parque Desportivo da freguesia.

Assim, encontram-se em curso os trabalhos de pavimentação da faixa de rodagem da Rua das Palreiras e das Coitas, incluindo a criação de algumas áreas de alargamento da via e execução de passeios, bem como a renovação da rede de drenagem de águas pluviais e a instalação de rede de drenagem de águas residuais/saneamento, da responsabilidade da AdRA, dotando os arruamentos de infraestruturas básicas, num investimento superior a 265 mil euros.

Paralelamente, decorrem os trabalhos de pavimentação da Rua do Cruzeiro da Virgem e consolidação das margens, que representam um investimento de cerca de 80 mil euros, e que visam melhorar o arruamento e envolvente com a colocação de cubos de granito, a criação de passeios do lado do cruzeiro, a renovação da passagem hidráulica e a consolidação das margens da Ribeira do Seixo, também com muros de granito. Estas intervenções visam melhorar as condições de acessibilidade num arruamento que se encontrava degradado e garantir a segurança das pessoas que se deslocam a este local para momentos de lazer ou de culto junto à Capela, num espaço com potencial turístico para usufruto da população.

Ainda na freguesia de Válega, encontram-se em fase de conclusão dois investimentos estruturantes na área desportiva, que ascendem a 400 mil euros, nomeadamente a colocação de relvado sintético no Campo de Futebol 11 no Complexo Desportivo do Sargaçal e a construção da Pista de Patinagem de Válega. São equipamentos desportivos que vêm dar resposta a um anseio da freguesia e que vão permitir um aumento da qualidade da oferta formativa, possibilitar a implementação de novas dinâmicas sócio desportivas, criar condições para a organização de eventos, e potenciar o número de praticantes nestas modalidades.

Por outro lado, também na zona sul do concelho, encontram-se a decorrer os trabalhos de repavimentação da Rua da Formiga, em S. Vicente de Pereira, num investimento municipal superior a 78 mil euros, que visa a repavimentação da faixa de rodagem a betão betuminoso, a reconstrução de muro de suporte do arruamento que se encontrava instável e a renovação de passagem hidráulica, incluindo intervenções na rede de drenagem de águas pluviais.

Também na freguesia de S. Vicente de Pereira, a Câmara Municipal de Ovar já comparticipou a colocação de relvado Sintético no Campo de Futebol 11 integrado no Parque Desportivo, ao abrigo do contrato-programa celebrado com a Associação Recreativa e Cultural de S. Vicente de Pereira, num investimento municipal superior a 250 mil euros.

A propósito destas intervenções, que avançam a bom ritmo, Salvador Malheiro destaca que “a remodelação e instalação da rede águas pluviais tem sido uma preocupação constante nas infraestruturas do território, com caraterísticas hidráulicas muito vincadas, com elevado risco para a população e os bens patrimoniais. Estamos atentos às necessidades das nossas freguesias, investindo na requalificação da rede viária ao nível do pavimento, sem descurar as infraestruturas básicas ao nível da rede de águas pluviais e de saneamento,” conclui o autarca.

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo