PolíticaSlider

Malheiro e Galamba trocam críticas por causa do hidrogénio

O presidente da Câmara Municipal de Ovar criticou no Twitter o Plano Nacional para o Hidrogénio, deixando claro que, apesar de aprovar o recurso a essa fonte de energia, “estipular metas sem começar pelas redes de distribuição, pela tecnologia, pela descentralização, e não acautelando que tal plano não terá custos para os contribuintes a favor de lobbies” é algo que merece a sua reprovação.

O Secretário de Estado da Energia respondeu-lhe na mesma rede social criticando, por sua vez, “insinuação gratuita” e pôs em causa que o presidente da Câmara de Ovar tenha lido ou entendido a estratégia nacional para o hidrogénio.

“Não parta outra vez para o insulto (como já fez com outros). Fica-lhe mesmo mal enquanto governante da Nação”, retorquiu Malheiro.

Galamba respondeu então à “insinuação gratuita” de que estaria a “fazer um frete a alguém”, garantindo que a estratégia nacional para o hidrogénio “está totalmente alinhada com a estratégia, objetivos e mecanismos de financiamento europeus”. “Se tem alguma dúvida, é perguntar; se só tem insinuações e quer inverter o ónus da prova, lamento mas não tenho muito para lhe dizer”, acrescentou na resposta ao autarca vareiro.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta