Publicidade
CulturaPrimeira Vista

Marchas de São João põem a Ribeira no mapa

O Cais da Ribeira foi um dos mais importantes cais da história de Ovar – ponto de chegada e partida de pessoas e mercadorias durante os séculos em que as ligações regionais eram feitas navegando pelos canais da Ria – e que muito contribuiu para o desenvolvimento do concelho.

A passagem da Rainha D. Maria II, em 1852, que aqui embarcou em direção a Aveiro, é um atestado simbólico à importância histórica deste cais.

Depois, foram anos e anos de esquecimento. Hoje, numa iniciativa do Rancho local, a Noite das Marchas de São João volta colocar a Ribeira na agenda local com o bónus da participação da Marcha da Madragoa que vem de Lisboa participar no evento deste pitoresco lugar que, ainda assim, os moradores dizem precisar de mais atenção das autoridades no resto do ano. O espaço água, por exemplo, continua por dragar de forma adequada, e as constantes cheias quando chove, devido à subida do nível das águas da Ria, são problemas sem solução à vista.

publicidade

Este Sábado, porém, ninguém se lembra disso. Desfilaram: Ribeira, Vai Quem Quer, D’Aldeia, As Ribeirinhas, Seniores de Maceda e Madragoa.

Publicidade
Botão Voltar ao Topo