CulturaSlider

Maria João Cantinho vence Prémio Literário Glória de Sant’ Anna

A escritora Maria João Cantinho é a vencedora do 5.º Prémio Literário Glória de Sant’Anna, com a obra ‘Do Ínfimo’, da editora Coisa de Ler, divulgou hoje num comunicado a organização do galardão.

De acordo com a nota, a entrega do prémio e das menções honrosas aos finalistas será a 27 de maio, na Capela de São Gonçalo em Válega.

Maria João de Oliveira Sequeira Cantinho nasceu em 1963, em Lisboa, e viveu a sua infância em Angola. Regressou em fevereiro de 1975 e estudou Filosofia na Universidade Nova de Lisboa, na qual também obteve o mestrado e o doutorado em Filosofia Contemporânea.

Actualmente, é professora no ensino secundário e professora auxiliar no IADE (Creative University of Lisbon), integra ainda o Centro de Filosofia da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e é associada do Collège d’Études Juives et de Philosophie Contemporaine, em França.

Também é membro da direção do Pen Clube Português, da Associação Portuguesa de Escritores (APE) e da Associação Portuguesa de Críticos Literários (APCL). Publicou várias obras de ficção, poesia e ensaios.

A autora colabora regularmente com a Revista Colóquio-Letras e com diversas publicações, em antologias de poesia, participando regularmente em mesas-redondas e conferências. Foi diretora da Revista Café com Letras.

O júri deste ano do prémio internacional de poesia foi composto por Olinda Beja, escritora de São Tomé e Príncipe, António Cabrita, escritor moçambicano, Jacinto Guimarães, do Jornal de Válega, João Guisan, professor na Galiza, e Andrea Paes.

A partir de 2015, o prémio literário Glória de Sant´Anna incluiu regiões como a Galiza, Macau, Goa e Malaca, entre outros espaços de expressão portuguesa.

O prémio foi instituído em 2012, no valor de três mil euros, em memória da poetisa portuguesa Glória de Sant´Anna e é organizado pelo Grupo de Ação Cultural de Válega (GAC), pela família da poetisa e outras entidades patrocinadoras.

O vencedor do prémio em 2016 foi Samuel Pimenta, com a obra ‘Ágora’.

Glória de Sant´Anna – que além de poetisa, foi professora e colaborou com vários jornais – nasceu em Lisboa e viveu mais de 20 anos em Moçambique. A escritora morreu aos 84 anos, a 02 de junho de 2009, em Válega.

Entre as suas obras, estão os livros de poesia ‘Distância’, ‘Música Ausente’ e ‘Trinado para a Noite que Avança’, e na prosa publicou ‘Do Tempo Inútil’ e ‘Ao Ritmo da Memória’, além de contos infantis.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta