LocalPrimeira Vista

Marinha neutralizou engenho fumígeno na praia de Maceda

A equipa de Inactivação de Engenhos Explosivos do Destacamento de Mergulhadores Sapadores n.º1 da Marinha realizou esta segunda-feira, na praia da Maceda, a identificação e neutralização de um “Marine Marker” – engenho fumígeno utilizado em ambiente marítimo para sinalização de posições.

De acordo com um comunicado da Marinha, o ‘Marine Marker’ é utilizado para sinalização de posições “em ambiente marítimo” e requer “precauções no seu manuseamento”.

Apesar do ‘Marine Marker’ se encontrar em “aparente estado estável e seguro”, este tipo de engenhos poderá estar “accionado e totalmente funcional”, podendo conter “ainda parte da sua carga”. Por isso, engenhos como este “não devem ser manuseados” ou removidos.

A nota explicita que este engenho fumígeno é “encontrado com alguma frequência na costa portuguesa”, devido à “confluência de diversas rotas marítimas e aéreas”.

A Marinha acrescenta que, na eventualidade de avistamento de um engenho como este — que é cilíndrico -, devem ser contactadas imediatamente as autoridades através do 112.

 

Com aspecto semelhante a um tubo cilíndrico, os referidos localizadores constituem um “engenho fumígeno utilizado em ambiente marítimo para sinalização de posições”. Costumam ter cerca de 30 centímetros de comprimento, apresentam-se em tom predominantemente cinzento e exibem por vezes autocolantes informativos cujo conteúdo já não é legível.

Destinando-se a identificar com fumo a localização geográfica de embarcações, para facilitar o seu resgate, esses fumigadores pirotécnicos podem perder-se em naufrágios e noutras circunstâncias ou ser lançados para o ar sem que efectivamente detonem, após o que acabam por dar à costa portuguesa “com alguma frequência, devido à confluência de diversas rotas marítimas e aéreas” junto às praias nacionais.

Alexandra Couto (Lusa)

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo