LocalPrimeira Vista

‘Mau tempo’ a caminho de Portugal

A tempestade tropical Danielle, actualmente localizada a noroeste do arquipélago dos Açores, mudou de trajetória e está a caminho de Portugal. Chuva e ventos fortes devem atingir o território continental a partir da tarde de domingo.

Como os relatórios explicam, pensava-se que Danielle se dirigia para a Grã-Bretanha, mas desde então “deu uma volta” e está a caminho de um país que clama por chuva.

Este foi o ciclone inicialmente previsto por meteorologistas dos EUA, perdeu rapidamente a intensidade, razão pela qual foi rebaixada para uma tempestade tropical. Quando Danielle chegar a Portugal, não parece que seja muito ameaçadora. Alexandra Fonseca do IPMA, instituto de meteorologia, explicou que a tempestade está “a perder intensidade e vai continuar a perdê-la”.

As autoridades, no entanto, estão em alerta redobrado. Os modelos têm “uma grande incerteza associada” ao que provavelmente acontecerá, portanto, uma “vigilância muito próxima” dessa tempestade é avisada.

Imagens publicadas pelo IPMA mostram que a tempestade “integra uma depressão no Atlântico Norte” e chega como o que os especialistas chamam de ‘ciclone extratropical’.

A trajetória prevista – “ainda volátil”, sublinha Fonseca – indica que Danielle se dirige para o nordeste da Península Ibérica “afectando Portugal”. Tudo aponta para uma chuva persistente e intensa a partir da tarde de domingo.

“Os modelos estão mostram uma precipitação muito intensa, o vento também se intensificará a partir de domingo, com rajadas que podem chegar a 40-50 km/h, tanto na costa – com a chegada da frente de superfície . – como em terreno alto.

“No que diz respeito ao vento, o modelo ainda tem alguma incerteza. A precipitação é um parâmetro mais consistente”. A chuva vai permanecer em Portugal durante alguns dias, acrescentou – e mesmo depois de Danielle (ou o que resta dela) passar, o continente será afectado por um “pós-frontal muito activo, continuando com chuva nos dias seguintes”.

As ondas vão começar a insinuar a tempestade que se aproxima a partir desta tarde, diz um comunicado do IPMA. A agitação marítima na costa oeste pode fazê-los atingir entre 1,5 e 2 metros. A partir de segunda-feira isso pode aumentar, vendo ondas entre 3,5 e 4 metros.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo