LocalSlider

Mau tempo e dinâmica litoral deslocaram areias da costa de Ovar para praias vizinhas

Não fosse a falta de reposição de areias que se observa em toda a principal frente da praia do Furadouro, que mais fustigada tem sido pela erosão e por violentos galgamentos do mar – nem mesmo os vários pontos de destruição na via pública causados pelo prolongado período de mau tempo, como muretes derrubados, calçada levantada, passeios esventrados e o deprimente cenário de uma longa muralha de pedra paralela à praia, que aguarda agora início da prometida obra de consolidação das defesas aderentes – fariam esquecer todas as consequências dos piores momentos vividos, nomeadamente no Furadouro, tal é o desejo e a necessidade das pessoas em usufruírem da beleza e qualidade de vida proporcionada por tal paisagem natural, com o bom tempo a dar sinais de tréguas (assim se espera até próxima época de mau tempo e dos diretos com os autarcas nas TV), como se tem feito sentir nos últimos fins de semana, com temperaturas agradáveis e a chamarem os veraneantes para o litoral. (Ler mais in «etcetal»)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta