SaúdeSlider

Médicos implantam dedo do pé na mão de marceneiro

António Almeida, de 60 anos, foi o primeiro a receber uma cirurgia de transferência do dedo do pé para a mão no Hospital de Braga depois de ter sofrido um acidente de trabalho.

O marceneiro de Guirmarães sente-se realizado por poder voltar a trabalhar. “Antes não conseguia segurar numa folha e agora já consigo”, recorda em declarações ao Jornal de Notícias.

 Em 2015, António Almeida sofreu um acidente no trabalho e ficou sem o polegar da mão esquerda. “Estava a trabalhar na máquina, a fazer um serviço pequena, mas a tábua partiu, a mão entrou na máquina e ficou assim”, lembra.

Agora, foi sujeito a uma cirurgia inovadora no Hospital de Braga. “Amputei o dedo do pé esquerdo para a mão esquerda e agora tenho mais qualidade de vida”, frisa. “Desde o primeiro dia nunca foi uma objecção para mim. Encarei bem, tive medo, mas correu tudo bem”, comenta ainda o homem de 60 anos.

A cirurgia foi executada por uma equipa multidisciplinar, composta por cinco cirurgiões, três cirurgiões plásticos, dois anestesistas e três ortopedistas, refere o médico em declarações à TVI.

“A perda do polegar corresponde a uma perda de função de 40% da função da mão. Uma equipa fez a abordagem do pé, para disseção do dedo transplantado e outra preparou a mão para receber esse dedo”, explica o médico ovarense Luís Azevedo, director do Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital de Braga. “É uma cirurgia que já se faz em grandes centros hospitalares, mas não se faz todos os dias”, acrescenta.

(Ver reportagem in RTP)

Artigos relacionados

Deixe uma resposta