Empresas

Mercadona adere à iniciativa Portugal Sou Eu

A Mercadona aderiu ao programa “Portugal Sou Eu”, iniciativa do  Ministério da Economia que visa a dinamização e valorização da oferta nacional. Deste modo, consciente do seu papel na Sociedade, a Mercadona pretende, com esta adesão, continuar com o seu compromisso de colaboração e apoio ao setor primário nacional, iniciado já antes da empresa ter presença física em Portugal, e reforçado com o recém-assinado acordo com a CAP, Confederação dos Agricultores de Portugal, parceiro deste programa.

No âmbito desta parceria, a Mercadona marcará presença, de 9 a 13 de junho, num dos maiores eventos do setor agrícola português, a Feira Nacional de Agricultura, em Santarém, no espaço dedicado ao “Portugal Sou Eu” onde a Chef Tia Cátia cozinhará com produtos à venda nas lojas Mercadona. A feira, que vai já na 57ª edição, representa uma oportunidade de intercambio e debate sobre o futuro de setor agroalimentar nacional.

É compromisso da Mercadona desenvolver uma Cadeia Agroalimentar Sustentável, baseada na estabilidade, produtividade e planificação, com o objetivo de um crescimento partilhado e sustentável e por isso, em 2020, comprou 208 Milhões de euros em produtos a 300 fornecedores comerciais portugueses, aumentando assim, desde 2016, em 400% o seu volume de compras. A pera rocha, o kiwi, a laranja do Algarve, os lácteos, a charcutaria tradicional e o azeite são alguns dos produtos nacionais que podem ser encontrados nas 21 lojas da Mercadona em Portugal.

Pedro Barraco, Diretor da Relação com o Setor Primário da Mercadona Portugal refere que “desde o início do nosso projecto em Portugal assumimos que, em Portugal, devíamos ser portugueses, estabelecendo um relacionamento mais próximo com nossos fornecedores e com aposta na reforçando assim a nossa aposta no setor agroalimentar português. Trata-se de um projeto comum de compromisso com a produção nacional que acrescenta valor à economia, gerando assim sinergias com o nosso projeto de Cadeia Agroalimentar Sustentável e a nossa aposta nos fornecedores portugueses, porque o nosso objetivo é, à medida que o nosso projeto de expansão avança no país, continuar a alargar a nossa rede de fornecedores nacionais,”.

Reforçando este compromisso com os fornecedores portugueses, em julho de 2019 a Mercadona aderiu ao código de boas praticas na Cadeia Agroalimentar, um instrumento de autorregulação do setor considerado essencial para preservar relações equilibradas, de respeito e cooperação.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta