LocalPrimeira Vista

Missão em prol do mar, da costa e do ambiente

Conhece a linha costeira de Ovar como a palma da mão ou não fosse ele um dos responsáveis da autarquia por zelar (e amar!) o mar e as praias. Formado pela Universidade de Aveiro (UA) em Ciências do Mar e das Zonas Costeiras, é Paulo Correia da Silva quem monitoriza os avanços e recuos do mar e o estado das obras de defesa da costa, prepara a época balnear ou, por exemplo, estuda os financiamentos de apoio ao mar e às zonas por ele abraçadas.

Licenciado em Ciências do Mar pelo Departamento de Física e Mestre em Ciências do Mar e das Zonas Costeiras pelo Departamento de Ambiente e Ordenamento, Paulo Correia da Silva tem 28 anos e é técnico superior de Ciências do Mar na Câmara Municipal de Ovar. Entrou ao serviço da autarquia vareira através de um estágio profissional, em 2013, para monitorizar a linha de costa e as obras de engenharia costeira, assim como, o tratamento de todo o expediente relacionado com o mar e as zonas costeiras no concelho de Ovar. Ficou até hoje.

Bolseiro de Investigação no Centro de Estudos do Ambiente e do Mar da UA, entre outubro de 2008 e setembro de 2009, enquanto estudante colaborou com os Serviços de Comunicação, Imagem e Relações Públicas da Academia, onde deu apoio em vários eventos da UA, nomeadamente no Projecto UA nas Escolas

Quais os motivos que o levaram a estudar na UA?
Por ser o único campus universitário do país que reúne o know-how multidisciplinar num único espaço do saber.

O curso correspondeu às suas expectativas? E a UA?
Sim, apresentou a pluridisciplinaridade esperada. A Universidade de Aveiro é única!

O que mais o marcou na UA?
Os colegas, as fainas, os professores, os convívios e a centralidade do Campus.

Sempre soube a profissão que queria seguir?
Estar por perto do Ambiente servindo pessoas.

(Ler mais in UA)

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo