Carnaval
Últimas

Morreu Manuel Ferreira, Rei do Carnaval durante 15 anos consecutivos

Manuel Ferreira, conhecido em Ovar por Manuel “Russo”, morreu hoje aos 69 anos.
Excelente comediante, desde criança se dedicou à música. À sua voz aliou uma inseparável guitarra que o acompanhava para todo o lado.

Foi tudo. Ilusionista, apresentador, contador de histórias, cantor, compositor, poeta, reiseiro e Rei do Carnaval de Ovar durante 15 anos consecutivos, muitos deles tendo de passar por uma eleição.

O seu reinado começou em 1993 e só terminaria em 2007. Nesse ano, recebeu o cognome de “D. Manuel XV – O Inesperado”. Inesperado, explicou, na altura, “porque ninguém contava que fosse rei do Carnaval durante tantos anos consecutivos”. Tal longevidade, na sua inabalável boa disposição, comparava-a com a de Alberto João Jardim: “O mais vistoso, o mais rico, pelo que vejo na televisão”.

Aos seis anos já encarnava o “príncipe dos reis” do Carnaval e, a partir daí, nunca mais deixou de se encantar com a folia da data, participando mascarado em inúmeros desfiles. A magia do corso coloriu para sempre o coração de Manuel Ferreira, mesmo depois de ter sido acometido de doença que lhe retirou a mobilidade, mas nunca a alegria.

O Carnaval de Ovar era a sua festa e nunca se cansou de defender a sua honra de Entrudo mais português do país. 

Hoje, os foliões vareiros estão tristes, mas decerto que esse não era um sentimento que o “Manel Russo” quisesse ver nos rostos de ninguém.

Morreu o Rei! Viva o Rei!

O seu funeral realiza-se no dia 29, às 15 horas, da Capela de São Pedro Calvário para o cemitério de Ovar.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta