Publicidade
CulturaPrimeira Vista

Mostra Intergeracional de Teatro de Ovar estreia com qualidade e casas esgotadas

 

A Mostra Intergeracional de Teatro de Ovar (MITO) é uma organização do Sol d’Alma – Associação de Teatro Amador, que desde o dia 31 de Maio vem apresentando ao público vicentino, um vasto número de peças teatrais, na sua sede em S. Vicente de Pereira, numa filosofia de género e idades heterogéneas, dando a possibilidade do público ser também ele diversificado.

Apesar de ainda não ter terminado o evento, o sucesso é já garantido, dado que todos os espetáculos agendados têm casa esgotada, com lista de espera em caso de desistências.

publicidade

Este fenómeno, deve-se às peças programadas e ao trabalho que o Sol d’Alma tem vindo a fazer na sua comunidade local e concelhia.

Assim, o MITO iniciou-se com teatro infantil, no dia 31 de Maio e 1 de Junho, exibindo a peça: “Passagens de O DESTINO MORREU DE REPENTE”, original de Alves Redol, sendo uma parceria entre a oficina de teatro infantil do SOL D’ALMA e do ORFEÃO DE OVAR, que possuem o mesmo encenador, Leandro Ribeiro. A plateia adorou o resultado final, pelo bom desempenho dos jovens atores, que demonstraram os conhecimentos adquiridos ao longo da formação orientada por Leandro Ribeiro.

Neste espetáculo, o presidente da União das Freguesias, Bruno Oliveira, entregou à Associação, um trofeu em homenagem ao seu 12º aniversário.

Já no dia 7 de Junho, foi a vez de subir ao palco, o elenco do grupo de teatro “DESAFIO” do Instituto Sénior da Misericórdia de Ovar, com a comédia de Oscar Wilde: “O FOGUETE NOTÁVEL”. A peça contou com forte dinâmica de movimentação e cor, para um elenco sénior.

O público aderiu em massa a este espetáculo e genuinamente reagiram com gargalhadas, às cenas e situações mais engraçadas. O provedor da Santa Casa da Misericórdia de Ovar, Dr. Manuel Oliveira Dias, enalteceu o trabalho das atrizes e do encenador, revelando ter sido uma boa aposta do “Espaço Aberto”, a criação da secção de teatro.

O MITO termina com chave de ouro, no dia 21 de Junho, com o drama: “O DESPERTAR DA PRIMAVERA”, de autoria de Frank Wedekind, com interpretação da secção de teatro adulto do ORFEÃO DE OVAR, para um público maior de 16 anos. O auditório já se encontra esgotado, pela qualidade já demonstrada por este grupo, aquando da sua estreia no Centro de Arte de Ovar.

O Sol d’Alma diz que se orgulha da adesão do público e qualidade dos espetáculos apresentados no MITO, revelando ser “uma excelente oportunidade para a população de S. Vicente de Pereira, poderem assistir a tão diversificado leque de espetáculos de teatro, no seio da sua própria freguesia”.

Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo