CulturaSlider

Museu de Ovar mostra Trajes do Minho e profissões

[themoneytizer id=”16574-1″]

 

Habitual motivo de interesse no roteiro turístico em Ovar, o Museu de Ovar é uma espécie de barómetro do tipo de turismo e dos vários continentes que manifestam interesse e curiosidade em conhecer usos e costumes, tradições e património cultural regional. A tal procura o Museu de Ovar recorrer ao seu representativo e extraordinário espólio, para proporcionar entre 23 de junho e 29 de Setembro, uma exposição de trajes portugueses, “Trajes do Minho”, complementada por uma outra sobre “Profissões” em que se destacam figuras típicas de pescador, varina, galinheira, lavradores, amolador, entre outras com respetivos apetrechos do trabalho artesanal que as caracterizavam e que vêm sendo preservadas museologicamente, mas também com particular relevo, são representadas etnograficamente através do folclore.

Nesta vertente etnográfica em que o Museu de Ovar sempre se afirmou no país e no mundo, a exposição “Trajes do Minho” em que estão representadas diferentes regiões minhotas, procura-se ter em conta que, “as formas e as cores do traje popular português, ajustam-se com uma evidência muito marcada à situação geográfica”, lê-se no desdobrável explicativo dos diferentes trajes desta mostra, que realça o Minho e a sua “vincada personalidade cultural e etnológica, capaz de expressar os seus usos, costumes e tradições, não só através das danças e cantares, mas também pelo seu trajar”.

Foi assim por entre vários tipos de vestuário regional típico do Minho, que integram uma vasta colecção de trajes portugueses do Museu de Ovar, que decorreu a cerimónia de inauguração da exposição, em que o seu vice-director, Ismael Varanda, ladeado pelo vereador da Câmara Municipal de Ovar, Pedro Coelho e pelos membros dos órgãos Sociais desta Instituição cultural, Manuel Brandão e Esmeralda Souto, deixaram palavras de incentivo e reconhecimento pelo trabalho desenvolvido, bem como pelo empenho e dedicação das funcionárias Leonor e Lurdes, que são uma espécie de “guardiãs” do representativo acerco do Museu de Ovar, da sua conservação, preservação e catalogação. Trabalho meritório que tornou possível mais esta mostra com base numa colecção temática, que no caso dos trajes portugueses tem sido muito solicitada para exposições noutros pontos do país.

José Lopes

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Leia também

Close