Saúde

Natal: Que cuidados devemos ter na escolha das meias que oferecemos?

Natal é tempo de amor, alegria, reflexão. É tempo de família, de amigos chegados, de dar e de receber. De embrulhar e de desembrulhar presentes. Porém, é preciso ter atenção ao que compramos, de forma a garantir a segurança e a saúde daqueles que mais amamos.

No Natal, a tradição manda oferecer meias. Mas atenção: quando as for comprar, lembre-se que, neste caso, há algo muito mais importante do que a originalidade, a cor ou o padrão das meias. É preciso salvaguardar a saúde dos pés daqueles que amamos.

Então, que cuidados devemos ter na altura da escolha das meias?

1 – Além das cores e padrões, é importante ter em consideração o tipo de malha, com elasticidades e compressões devidamente ajustadas ao tamanho do pé e ao perímetro da perna, de forma a proporcionar o máximo de conforto aos pés, assim como a facilitar o retorno venoso (circulação sanguínea);

2 – Sempre que possível, as meias devem ter identificação de pé esquerdo e de pé direito, de forma a respeitar a morfologia de cada um dos pés e dos dedos;

3 – As meias têm diferentes densidades, que deverão ser tomadas em conta, dependendo das necessidades. Informe-se no momento da compra;

4 – Idealmente, as meias escolhidas devem ter uma maior capacidade de amortecimento nas zonas de apoio plantar, de forma a proporcionar um maior conforto do pé;

5 – As meias devem ser reforçadas na zona do tornozelo, para dar maior estabilidade ao pé;

6 – É importante que sejam ventiladas na zona do arco do pé, para permitir a respirabilidade;

7 –    Tenha atenção ao tipo de malha e tecido, que deve ser escolhido de acordo com a temperatura exterior, para manter o pé à temperatura corporal. No inverno, devemos optar por material de lã ou algodão, sempre associado ao conforto e à proteção do pé;

8 – As meias não devem ter elásticos na zona da perna, para evitar o efeito de garrote.

Nesta época do ano não descure a saúde dos seus pés, só porque estão tapados. Mantenha-os limpos; seque-os bem quando sair do banho; tenha atenção às características das meias que calça (já referidas acima); use calçado confortável; deixe os pés ‘respirar’ em casa, fique um tempo sem meias e sem sapatos; ponha creme hidratante; cuide das unhas… E tenha umas festas felizes!

Manuel Portela, presidente da Associação Portuguesa de Podologia

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo