Política

Novos órgãos da JS/Ovar tomaram posse para “construir o futuro”

 

No passado dia 7 de Novembro, a Concelhia de Ovar da Juventude Socialista assinalou – em cerimónia realizada no Aqua Hotel – a tomada de posse dos seus novos órgãos.

Na presença de inúmeros militantes socialistas e convidados que testemunharam este momento de renovação democrática dos órgãos, o novo presidente da Concelhia da JS/Ovar, Vasco Guimarães, declarou que pretende reforçar a posição da JS, convergindo pelo futuro e juntando as vontades de todos para devolver a esperança.

Dirigindo-se aos militantes jovem-socialistas ovarenses, Vasco Guimarães iniciou a sua intervenção agradecendo o seu empenho nos últimos anos de actividade da JS/Ovar: “Ao longo deste tempo a JS Ovar refundou-se, cresceu e amadureceu. Ao longo destes 6 anos fomos interventivos, debatemos e propusemos. Tornámo-nos a força jovem mais activa e mais interventiva do concelho de Ovar. E alcançamos este estatuto com responsabilidade. Os nossos contributos foram sempre pelo lado das ideias e pela escolha colectiva da orientação política que sustenta as nossas propostas”.

Para o mandato que agora se inicia, o novo presidente da concelhia afirmou ser “tempo de continuar a responder com determinação e de prosseguir com responsabilidade a construção conjunta de um futuro”.

A JS/Ovar diz-se “mobilizada em torno de uma alternativa, de uma mudança que se quer esperança”. De facto, “é preciso esperança quando nos dizem que aqui não temos lugar, quando a única solução que nos propõem é emigrar, aceitar andar de estágio em estágio, de precariedade em precariedade, para no fim ficarmos com uma mão vazia e a outra cheia de nada”.

Ao longo do discurso inaugural, o jovem socialista exortou à união de todos aqueles que pretendam “construir um futuro progressista para a cidade” e referiu que “a JS se empenhará na apresentação de um conjunto de propostas no âmbito da educação, da cultura e da emancipação jovem”.

A equipa, liderada por Vasco Guimarães, de 22 anos, foi eleita com a totalidade dos votos expressos no sufrágio que decorreu no último dia 31 de Outubro.

 

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo