Cultura

“O Fio Condutor” na galeria do CAO

Antecedendo o grande concerto de Rodrigo Leão, no sábado, pelas 21 horas, foi inaugurada a exposição “Fio Condutor”, na Galeria do Centro de Arte. Esta exposição é organizada pela Fundação Calouste Gulbenkian em colaboração com a Câmara Municipal de Ovar – Centro de Arte de Ovar, com curadoria de Leonor Nazaré.
Nesta exposição, patente até 30 de abril, são mostrados trabalhos de dezasseis artistas da colecção do CAM, entre os quais Alexandre Conefrey, Ana Hatherly, António Palolo, António Sena, Artur Rosa, Derek Boschier, Helena Almeida, Joaquim Bravo, João Vieira, Jorge Martins, José Loureiro, Pedro Calapez, Rui Moreira, Ruy Leitão.

O desenho é o meio de eleição, apesar da presença de três peças tridimensionais, em que a evocação do traço e da evolução da linha no plano são muito óbvias.

A linha funda o desenho como nenhum outro elemento: regista a forma, a direção e a ideia. Nos textos como nas imagens, no interior de cada um como na relação entre vários, procuramos sempre a inteligibilidade que nos possa ser dada por um fio condutor. É esse fio que aqui se procura e estabelece, da sua tímida e quase invisível singularidade à mais densa acumulação, passando pelas palavras e pelas paisagens, pela geometria e pelo gesto.

Paralelamente, entre 27 de fevereiro e 30 de abril, decorrerão oficinas exploratórias a partir da exposição, destinas a crianças a partir dos quatro anos, no âmbito do serviço educativo municipal. A participação é gratuita, mas requer inscrição prévia para o email [email protected]

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Veja Também
Fechar
Botão Voltar ao Topo