Opinião

O Presidente Sampaio e Eu (Na humildade do meu Eu) – Parte II

Breve relato de Episódios Presenciais com o Presidente Jorge Sampaio

Assim sucedeu e esse senhor assessor sugeriu que me deslocasse à Pousada Ria onde teria oportunidade de um diálogo com o Presidente Sampaio, uma vez que a visita a decorrer ainda estava um pouco demorada. Recusei e sugeri que seria preferível passar esse momento para Vagos o que foi aceite sem reservas.

 

Desloquei-me então para Vagos onde almocei e aguardei pela chegada da Comitiva Presidencial. Quando esta chegou acenei ao referido Assessor que fez levantou o polegar na sinalização universal de Tudo O.K.

 

Em Vagos a recepção foi um êxito estrondoso pela presença das forças vivas daquele Município, das inúmeras Associações, Organizações públicas diversas, Escuteiros, Alunos das Escolas, etc. etc. Um autêntico mar de gente como se costuma dizer. E eram bem audíveis as ovações no interior do Edifício, palmas e palavras de agradecimento. Tenha-se em atenção que o Município era então governado pelo Dr. Rui Cruz pertencente ao PSD.

Depois de longa espera eis que surge, descendo as escadas do edifício camarário, o Presidente Jorge Sampaio acompanhado pelo referido Assessor e dois discretos seguranças e sempre fortemente ovacionado por aquele mar de gente que não havia cabido no interior dos Paços do Concelho.

Reunimo-nos então no largo daquela autarquia numa esquina existente entre a Igreja e o Edifício camarário.

Após uma brevíssima apresentação e cumprimentos de mão estendida e a habitual afabilidade, diz o Presidente Sampaio”: Nunca vi tanto entusiasmo em idênticas circunstâncias”. Depois tocou com elegância na gola do meu sobretudo azul e disse: ” Tem um sobretudo muito lindo “; tendo eu ripostado que o Presidente também usava um vestuário igual, complementado com um cachecol amarelo.

Manuel Júlio dos Santos (Almeida)
Válega, 10 de setembro de 2022, aniversário do falecimento de Jorge Sampaio

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo