PolíticaSlider

O regresso do Ministro com bom tempo

O presidente da Câmara Municipal de Ovar, Salvador Malheiro, disse, na passada sexta-feira, ser “um prazer” ter o ministro de volta ao concelho “depois de ter cá estado numa situação muito complicada, no início do ano, num momento em que Ovar foi fustigada por uma intempérie que causou grandes prejuízos na costa”.

Foi o momento para lhe agradecer o “cuidado que teve para com os mais de 55 mil habitantes do concelho de Ovar, porque só assim foi possível conseguir fazer face aos estragos causados na nossa orla costeira e preparar tudo para a época balnear que está a decorrer”. Por outro lado, acrescentou, “foi possível criar as condições mínimas para encarar o inverno e evitar a repetição do que aconteceu”.

Jorge Moreira da Silva, que veio a Ovar inaugurar o Parque Fotovoltaico da Marinha, retribuiu, afirmando que “só com o esforço da Câmara Municipal e das juntas de freguesia foi possível encontrar uma solução viável e expedita para tornar possível a época balnear”. Segundo o governante, foi possível cabimentar as obras necessárias nos fundos europeus, com o apoio do POVT- Programa Operacional de Valorização do Território, sem onerar as câmaras, a fim de executar os trabalhos necessários de forma célere”.

Habituados a vê-lo em Ovar só quando há tempestade, foi diferente tê-lo por cá em dia de Verão ao qual nem a habitual nortada faltou, o que levou Salvador Malheiro a gracejar: “Com este vento também podemos pensar em produzir energia eólica”.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao Topo